Destaques

ads slot

Eventos >>> Bienal de Curitiba 2017 prestará homenagem à China. Com início em setembro, evento trará dezenas de atrações de artes visuais, cinema e literatura



Após iluminar a cidade em sua última edição com o tema Luz do Mundo, que trouxe à capital artistas renomados dos quatro cantos do planeta, a Bienal de Curitiba 2017 prestará homenagem à continental China.
O anúncio oficial foi feito na última semana na sede do Ministério da Cultura, em Brasília, onde o ministro Roberto Freire esteve reunido com o vice-ministro da Cultura da China, Yang Zhijin.
Apresentada pelo Ministério da Cultura (MinC), Secretaria de Estado da Cultura, MON, Prefeitura de Curitiba e FCC, a Bienal de Curitiba começa no dia 30 de setembro de 2017 e prossegue até 25 de fevereiro de 2018.
Com a formalização da homenagem, já está no ar no site e nas redes sociais a nova linguagem visual da Bienal de Curitiba, mais minimalista, com inscrições em português e mandarim e com as cores da bandeira chinesa – vermelho e amarelo.
Ao longo dos 24 anos de história já participaram da Bienal de Curitiba inúmeros artistas chineses que provocaram imensa conexão com o público. Este reconhecimento somado à importância de sua cultura milenar e ao fato de que a arte chinesa contemporânea passa por grande expansão foram determinantes para a escolha do país como foco do evento. Como país homenageado, a China ocupará espaço de honra no Olho do MON, com uma seleção dos seus mais renomados e reconhecidos artistas contemporâneos.
Integram os circuitos da Bienal o Festival de Cinema e o Curitiba Literária, que também darão destaque ao país asiático com mostra de filmes chineses e destaque à escritores chineses.
A Bienal de Curitiba nasceu em 1993 e a partir de 2007 passou a incluir atividades audiovisuais, literárias e artistas que contemplam a poesia visual. Em 2016, a ênfase na literatura ganhou uma programação especial com a Curitiba Literária, apresentada pelo Ministério da Cultura e BNDES. Com curadoria do jornalista, escritor e crítico literário Rogério Pereira o Curitiba Literária trouxe à capital grandes nomes da literatura contemporânea divididos em Mesas Literárias, além de exposições, palestras, oficinas, intervenções em estações tubo, atividades voltadas ao público infanto-juvenil e sessões de autógrafos, totalizando mais de 120 atividades. Assim como o Festival de Cinema anual promovido pela Bienal de Curitiba, a Curitiba Literária já tem seu espaço na programação de 2017.



A Curitiba Literária – Bienal de Curitiba 2016 teve como patrocínio do BNDES, Sanepar e Copel. Co-patrocínio de Fecomércio-PR | Sesc | Paço da Liberdade I Master Brasil e M2SYS.
Realização: Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura/Governo do Paraná. Co-realização: Centro de Letras do Paraná, Centro Paranaense Feminino de Cultura e Academia Paranaense da Poesia.
Parcerias: Academia Paranaense de Letras, Academia de Cultura de Curitiba – ACCUR, Academia Feminina de Letras, Academia de Letras José de Alencar e UBT – União Brasileira de Trovadores de Curitiba.
Parceria Institucional: URBS, FCC-Fundação Cultural de Curitiba/Prefeitura Municipal de Curitiba, Biblioteca Pública do Paraná-SEEC, Museu Oscar Niemeyer-SEEC, MUSA/PROEC/UFPR/Corredor Cultural.
Parceria Educacional: UFPR/DELLIN/DELEM, PUCPR e Secretaria de Estado da Educação do Governo do Paraná.
Apoio: Arte & Letra, Livraria da Vila, Livraria Cultura, Livraria Curitiba, Insight Editora, Solar do Rosário, Pátio Batel, Instituto Histórico e Geográfico do Paraná e Jornal Literário Rascunho.

BIENAL DE CURITIBA 2017
De 30 de setembro de 2017 a 25 de fevereiro de 2018
Apresentação: Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, MON, Prefeitura de Curitiba e FCC


Especial


Colunistas