Destaques

ads slot

É hora de ir para casa. Confira dicas sobre como entender os bebês nos primeiros dias de vida



O período é de adaptação e pode ser um desafio para os pais. Segundo a educadora perinatal, Vanessa Bober, grande parte das situações podem ser resolvidas com a observação do bebê

Ao longo dos meses de gestação  os pais preparam os detalhes minuciosamente para a chegada do bebê. Mesmo assim, na hora de ir para casa, as dúvidas passam a ser infinitas. É neste primeiro estágio – ao longo das primeiras semanas - que o recém-nascido precisa de mais atenção e irá lançar o desafio de fazer com que os pais entendam as suas necessidades. O período é de descoberta e, segundo a terapeuta ocupacional e educadora perinatal, Vanessa Bober, apesar do bebê exigir cuidados específicos durante todas as horas do dia, é necessário observação. “A ansiedade e a angústia não podem tomar conta. Entender o bebê significa observá-lo com calma e cuidado, e até mesmo se colocar no lugar da criança. A ligação entre os pais é orgânica e precisa ser explorada. Assim tudo faz mais sentido”, explica.
            Amamentação, desenvolvimento, colo, livre demanda, contato com a pele, puerpério e choro estão entre os temas que, de acordo com Vanessa, são mais recorrentes nesta fase de adaptação. Por isso, a terapeuta, que faz parte do Espaço Florescer – Atenção Materno Infantil, irá conduzir um encontro sobre “Primeiros cuidados com o bebê”, nesta quinta-feira (24), às 19h, na Vitrine de Ideias do Shopping São José. “Iremos conversar sobre temas ligados a recepção dos bebês que são tão frágeis e ao mesmo tempo muito fortes”, pondera.
            A profissional esclarece que existem duas fases de adaptação: quando os horários são flexíveis e os pais precisam se adaptar as necessidades do bebê, geralmente nas primeiras semanas, e, posteriormente, quando o bebê começa a reconhecer o ambiente e necessita se adequar a rotina familiar. “Cada bebê age de forma muito peculiar e é preciso analisar cada caso. No útero da mãe ele não sabia quando estava de dia e nem quando anoitecia. Agora é preciso oferecer estímulos para que ele comece a atender os dois períodos. De dia o ambiente pode ser mais movimentado, com conversas e sons. A noite o espaço deve ser mais calmo, com menos ruídos e escuro. Com a repetição dos estímulos aos poucos ele vai aprendendo”, diz.
            Sobre o choro, Vanessa conta que é normal não reconhecer o motivo nas primeiras semanas. Contudo, é necessário entender que ele é uma via de comunicação do bebê com os pais e precisa ser considerado. “Pode ser que seja uma cólica, como também apenas uma necessidade de acolhimento. Os pais devem achar a solução juntamente com o recém-nascido e saber que muitas vezes ele pode ser recorrente e isso é normal, considerado uma forma de desenvolvimento do bebê”, finaliza.
            O encontro “Primeiros cuidados com o bebê” faz parte da agenda mensal de eventos da Vitrine de Ideias do Shopping São José.   A participação é gratuita e mediante inscrição prévia pelo telefone (41) 3035-1500. O Shopping São José está localizado na rua Izabel A Redentora, 1434 – Centro de São José dos Pinhais – PR.

Empreendedorismo - por Rodrigo Okener


Especial


Colunistas

Menu