Destaques

ads slot

“Tempo, Tragicomédia Inacabada”. Com teatro cheio em todas as apresentações, a Cia Teatro Filhos da Lua promove debate com o físico Wanderley Veiga nesta sexta-feira (01/09)


 
Foto:Paulinha Kozlowski
O físico Wanderley Veiga é o convidado da Cia Teatro Filhos da Lua para conversar com o público sobre o tempo. A ação faz parte da temporada do espetáculo “Tempo - Tragicomédia Inacabada
​"​
, que neste final de semana fará as últimas apresentações com entrada franca
​​
.

 A mesa-redonda será no dia 1º de setembro, sexta-feira, após a apresentação, também no Teatro Novelas Curitibanas. Veiga, doutor em Física pela UFPR, é o segundo convidado para uma mesa – redonda do espetáculo, que propõe a integração de linguagens do teatro de figura humana com o teatro de formas animadas, o audiovisual e a música.   “É um texto que promove o cruzamento de elementos científicos, filosóficos e artísticos. No encontro anterior, o convidado a conversar sobre o tema foi o filósofo Luiz Sypriano”, explica Renato Perré, ator e autor do texto, que tem direção de Adriano Esturilho, e foi contemplado pelo Edital de Dramaturgia da Fundação Cultural de Curitiba Oraci Gemba - edição 2008.

Na trama, o protagonista “H” tem o desafio de libertar a mulher grávida e o Vento, aprisionados (e paralisados) pelos Soldados do Tempo. Uma aventura épica, de luta, prisão, loucura ou sanidade total, que deixa no ar uma inquietante pergunta sobre estarmos plenamente vivos nessa aventura que é o tempo.

História - Fundada pelos artistas Renato Perré, Luíza Marques e pela bonequeira Teresa Carvalho, no início da década de 1980, a Cia Teatro Filhos da Lua trilhou um caminho original na produção cênica contemporânea do Paraná e do Brasil. Hoje, detém um portfólio com mais de 30 montagens, colecionando também algumas premiações de peso como Troféu Gralha Azul de Melhor Dramaturgia para Crianças.

Sobre a trajetória, iniciada em 1981, o diretor da companhia lembra que foram mais de 30 montagens sempre com o olhar nas experimentações de integração do teatro de bonecos com outras linguagens artísticas.  “O que nos locomoveu  nesses anos todos foi uma profunda paixão e gratidão pela vida e sua fonte eterna de juventude: a Arte”, finaliza.

Serviço:
O que: Temporada do espetáculo: Tempo, Tragicomédia Inacabada, com Cia de Teatro Filhos da Lua. 
Quando: Até 3/9. Sexta, sábado e domingo, às 20h.
Quanto: Gratuito
Onde: Teatro Novelas Curitibanas (R. Pres. Carlos Cavalcanti, 1.222). (41) 3321- 3358). 


Especial


Colunistas