Destaques

ads slot

Moderno ontem, hoje e amanhã. O que nunca se perde com o tempo em matéria de decoração, rende ambientes atuais que agradam muitos olhares



Sempre em dia com o mercado, a ideia de atemporalidade transita pelo tempo sem necessidade de pertencer a um período específico. Seja no passado, no presente ou no futuro, tudo aquilo empregado para deixar um espaço atemporal é independente de circunstâncias ou mesmo de tendências passageiras.
Harmonização impecável, priorizando o conforto e bem estar, é um dos pontos fundamentais no desenvolvimento deste tipo de ambiente. Os elementos escolhidos compõem com estilo e elegância cada cantinho, formando uma atmosfera moderna que ao mesmo tempo recria um espaço sensorial clássico. A arquiteta Caroline Andrusko recorre à paleta de cores do neutro off white ao fendi escuro, intencionando reforçar a característica atemporal, cuidadosamente alinhados com os acabamentos e mobiliários afim de promover uma composição única.
Já para a arquiteta Samara Barbosa, “a base neutra nunca sai de moda, gosto de explorar esse universo, saindo do bege e partindo para os tons de cinza claro até o chumbo. Esse recurso agrada aos olhos, é equilibrado, agradável e funciona bem com toques de cor”. Ainda no intuito de estampar a tendência atemporal, Samara costuma utilizar peças-chave, como sofá e cama em linhas curvas que estabelecem delicadeza, por exemplo, e mobiliário em linhas retas, que imprimem a contemporaneidade esperada.

Projeto Caroline Andrusko, Créditos: Marcelo Stammer
Projeto Caroline Andrusko, Créditos: Marcelo Stammer
Projeto Caroline Andrusko, Créditos: Marcelo Stammer
Projeto Samara Barbosa, Créditos: Marcelo Stammer
Projeto Samara Barbosa, Créditos: Marcelo Stammer

Especial


Colunistas