Destaques

ads slot

Dentes brancos: mitos e verdades sobre o clareamento


Técnicas caseiras da internet, alimentos e outras dúvidas da população

            O sonho de ter os dentes sempre branquinhos há alguns anos já virou moda. E é cada vez mais frequente ver em grupos de internet a venda de produtos para o clareamento caseiro. Mas é muito importante ter a supervisão de um cirurgião dentista neste processo, pois ele pode inclusive causar queimaduras na gengiva e hipersensibilidade. Em primeiro lugar, é preciso entender que a coloração do dente é compatível com a idade de cada paciente. “Pacientes jovens apresentam dentes claros e luminosos, já os pacientes com mais idade apresentam uma dentição mais saturada, por conta do envelhecimento da dentina”, explica o dentista Antonio Sakamoto Jr, Doutor em Dentística Restauradora da Clínica Ki, de Curitiba (PR).
             Outra informação importante para escolha do tratamento é a de que existem dois tipos de manchas. A primeira é a extrínseca: causada pelo hábito com ingestão de bebidas e alimentos com corantes. E a segunda, intrínseca, pelo envelhecimento do dente. O uso de dicas difundidas pela internet pode trazer aparentes resultados na superfície dental, mas sem clarear efetivamente os dentes: “A utilização de limão ou laranja não irá clarear os dentes e pode causar a desmineralização do esmalte dental por apresentar um pH baixo (ácido) - o aspecto esbranquiçado nos dentes é desmineralização e não clareamento. Já o bicarbonato de sódio irá remover as manchas extrínsecas, mas seu uso em excesso pode causar desgaste do esmalte dental por abrasão”, explica Sakamoto Jr.
            Outras dicas de alimentação e hábitos saudáveis são bem importantes, como a higienização dos dentes pelo menos três vezes ao dia, com o uso do fio dental diariamente e a consulta ao dentista a cada seis meses. Evitar alimentos e bebidas com corantes em excesso também ajuda, principalmente durante o clareamento. “Se a intenção é deixar os dentes claros, a ingestão de bebida e comida com corantes pode manchar extrinsecamente e mascarar o resultado do tratamento”, afirma. Vale lembrar que a nicotina mancha os dentes. E tudo em excesso faz mal, por isso a ingestão de muito vinho tinto, chimarrão, refrigerante de cola e chá irá também pigmentar os dentes.


E caso a queixa do paciente sobre a coloração continue mesmo com o clareamento, uma das formas de resolver é com restaurações diretas em resina composta ou laminados cerâmicos para mascarar o substrato escurecido. “O clareamento dental apresenta resultados distintos, em alguns podem clarear mais e em outros menos, pois cada pessoa reage de uma forma”, complementa.
Serviço:

Ki Clínica Conceito Odontologia e Estética
Rua Fernando Simas, 240.
Batel Soho, Curitiba (PR)

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu