Destaques

ads slot

Exames gratuitos marcam Dia Mundial do Diabetes




Ação será realizada neste sábado (11), no Centro Cívico



Para celebrar o Dia Mundial do Diabetes, acontece neste sábado (11), das 9h às 16h, no Centro Cívico, a 5ª edição da Campanha do Dia Mundial do Diabetes de Curitiba. A iniciativa tem a finalidade de alertar a população sobre os riscos da doença que acomete cada vez mais pessoas no mundo. A ação conta com a participação de uma equipe multiprofissional que realizará exames gratuitos e oferecerá orientações à comunidade.

O médico oftalmologista Cristiano Toesca Espinhosa, especialista em retina e vítreo e idealizador do evento na capital, explica que o diabetes é uma das principais causas de cegueira no Brasil e no mundo e o grande problema é que cerca de 90% da população desconhece esse risco e, por isso, consultam um oftalmologista somente após a perda da visão.

Ele conta que a Campanha tem dois focos na parte oftalmológica: orientar a população diabética sobre a necessidade de buscar um especialista e monitorar a saúde ocular. Na ocasião serão feitos exames gratuitos de fundo de olho. Já para os indivíduos que apresentarem complicações oculares, será realizada a fotocoagulação a laser, que tem a finalidade de evitar a cegueira. “Na rede pública, a fila de espera para realizar este procedimento leva em torno de dois a três anos”, destaca Espinhosa.

Além disso, o diabetes é uma das principais causas de amputações do membro o inferior, chamado de pé diabético, na ação será avaliado se a pessoa apresenta lesões nos pés relacionadas à doença. “Os casos mais simples serão tratados no local e para os mais graves será sugerida a ida à uma unidade de saúde para uma avaliação mais detalhada. Pacientes que apresentarem problemas no pé e nos olhos serão submetidos a exames de creatinina, que avalia a função dos rins, que muitas vezes resulta em indicação de hemodiálise devido a insuficiência renal causada pelo diabetes”, explica o médico.

O Hospital VITA, um dos apoiadores do evento, por meio da participação dos médicos da equipe do Centro VITA de Tratamento da Obesidade e Diabetes, Hevelyn Garcia, endocrinologista, e Glauco Afonso Morgenstern, especialista em cirurgia bariátrica, vão orientar a população em relação aos riscos da obesidade e diabetes, já que uma das principais causas para desenvolver o diabetes tipo 2 é o sobrepeso e o sedentarismo. Os médicos vão falar sobre os possíveis benefícios da cirurgia bariátrica em relação ao controle do diabetes.

A ação vai contar também com cardiologistas orientando sobre problemas do coração; equipe de enfermagem realizando teste de glicemia e aferindo a pressão arterial sistêmica - doença vascular associada ao diabetes e que também deve ser controlada; nutricionistas orientando sobre a dieta ideal e educadores físicos oferecendo dicas sobre quais atividades podem ser desenvolvidas diariamente, inclusive, em casa. Além disso, a programação vai contar com atrações de entretenimento, como shows e apresentações de dança, aulão de educação física e espaço kids com recreação para as crianças.         


SERVIÇO
5ª Campanha do Dia Mundial do Diabetes de Curitiba
Data: sábado, 11/11, das 9h às 16h
Local: estacionamento do Palácio Iguaçu, em frente à Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico de Curitiba
Informações: http://www.campanhadiabetescuritiba.com.br/


Sobre o Dia Mundial do Diabetes: A data foi instituída, em 1991, pela IDF (International Diabetes Federation), com o intuito de aumentar a atenção e a prevenção para o diabetes. O dia 14, escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina em 1921, tornou-se oficial pela ONU (Organização das Nações Unidas) a partir de 2007, com a aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225.

A campanha mundial é representada por um círculo azul, que simboliza a união e a cor por ser a mesma da bandeira das Nações Unidas, a única entidade que conseguiu sensibilizar os governos de vários países sobre a importância de reverter a epidemia global de diabetes.

Especial


Colunistas