Destaques

ads slot

Oito em cada dez pessoas sofrerão com dor nas costas

Pilates é uma das alternativas mais eficazes para fugir dessa estatística.


Os dados não são nada animadores: oito em cada dez pessoas no mundo um dia vão reclamar de incômodos na coluna e 55% delas apontarão sua queixa para a porção mais baixa da espinha dorsal. Se existem alguns males do século podemos dizer que esse é um deles. Mas e o que fazer para não fazer parte dessa estatística?

Essa foi uma pergunta que norteou os estudos do pesquisador Vinicius Cunha Oliveira, da Universidade Federal de Minas Gerais. De acordo com os resultados, apenas os exercícios se mostraram capazes de diminuir, isoladamente, o risco de um desconforto lombar aparecer (em 35% para ser exato).

Dentro da gama de exercícios, o pesquisador destaca aquelas práticas focadas na tonificação de músculos profundos do abdômen e que sustentam a base da espinha, como o pilates.

Desde sua origem no início do século 20, o método tem como princípio alinhar a coluna e fortificar todo o entorno que a sustenta. “Trabalhamos com posturas que requerem resistência, equilíbrio e força aliada a respiração e realinhamento do corpo”, explica a instrutora de pilates há quase 10 anos, Lillian Moura.

“A nossa coluna vertebral é responsável por dois quintos do peso corporal total e é composta por vértebras cervicais, torácicas e lombares. As causas das dores nas colunas podem ser diversas como desvios posturais, má postura, quedas, hérnias, artrite, e muitas outras. O importante a ser ressaltado é que o pilates trata de todas elas e ainda pode fazer a prevenção, ou seja, cuidar para que ela nem apareça”, completa a especialista.

Marcos Marques é cirurgião dentista e começou pilates há cerca de 5 anos. O dia a dia na sua profissão acabou ocasionando uma coleção de dores. “Eu comecei a ter dores na lombar, punho e principalmente ombro. Sempre fiz musculação mas nessa época tinha parado porque era uma atividade que acabava sempre piorando as dores”, explica.

Um mês depois de iniciar, ele conta que os resultados já apareceram. “O pilates foi um trabalho de formiguinha, que foi trazendo melhoras a cada dia, principalmente porque eu estava parado há um ano. Mas em paralelo a isso posso dizer que os efeitos sobre as dores foram quase que imediatos. Em mais ou menos um mês eu já estava 80% melhor”, conta Marques.

De acordo com Lillian Moura, o método do pilates traz uma melhora muito rápida porque além de ser uma aula completamente personalizada e focada para o seu objetivo, o professor acompanha cada exercício e promove uma melhora de postura que se reflete no dia a dia dos alunos.

“É importante ressaltar que os alunos de pilates levam uma filosofia nova para a sua vida, que promove não só uma melhora do físico, mas também da mente e da saúde como um todo”, complementa a especialista.

Confira então algumas dicas da Lillian Moura de exercícios voltados para o alívio da dor das costas:


- Sentado em uma cadeira confortavelmente, com os pés bem apoiados ao chão formando um ângulo de 90º, aproximar bem os pés um do outro, com os joelhos também bem próximos e as pernas fechadas. Deixa a coluna bem alinhada e apoie as mãos no joelho. Inspire e quando soltar o ar faça o máximo de contração de abdômen puxando o umbigo para dentro e para cima e forçando os pés contra o chão. Quando fizer essa pressão é preciso que sinta o seu bumbum subindo na cadeira e faça uma força ainda maior de contração de abdômen. Quando inspirar novamente relaxe e quando soltar o ar volte a contrair, empurrar o chão, e faça força para fechar bem as pernas. Repita por 10 vezes.

- Deitada no chão com as pernas para cima na parede, cruze o dedos embaixo da cabeça ou deixe os braços ao lado do quadril. Aproxime bem as pernas, faça força para uni-las e puxe bem a ponta dos pés para você, pesando toda a coluna contra o chão. Inspire e ao soltar o ar faça contração do abdômen puxando o umbigo para dentro e para cima e forçando a perna contra a parede. Lembre-se de fechar bem as pernas e também fazer força para a coluna ir pesando contra o chão. Repita a respiração por dez vezes.

Esses dois exercícios vão ativar a circulação na região, fazer o espaçamento entre as vertebras tirando sobrecarga na região, aliviando os sintomas de dor.


Sobre o Studio Lillian Moura

Criado em 2011 por Lillian Moura, faz atendimento personalizado de pilates de aparelho e plataforma vibratória. Com 8 anos de atuação, formada em Bacharelado e Licenciatura em Educação Física, diversas especializações na área de Pilates e Neo Pilates, Pilates Funcional, Ciência do esporte, PlataformaVibratória, entre outros; Lillian é hoje uma das profissionais mais capacitadas para a instrução de pilates em Curitiba.

SERVIÇO:
Studio de Pilates Lillian Moura
(41) 3209-0050
Facebook.com/StudioLillianMouraPilates
Instagram @stutiolillianmourapilates

Especial


Colunistas