Destaques

ads slot

Padó chega a Curitiba com novo conceito. Marca nasce com objetivo de se tornar uma grife no segmento




Curitiba acaba de ganhar um espaço gastronômico que já nasce com um grande objetivo: se tornar a primeira grife de panificadoras do país. A Padó, apelido para padoca, é completamente diferente de tudo que já se viu e abre suas portas com um novo conceito, voltado para o autosserviço e uma enorme variedade de produtos. Apesar de cosmopolita – a panificadora tem ambiente moderno e arquitetura industrial, que lembra os lofts nova iorquinos – tudo ali faz referência ao conforto e ao gostinho da infância. “Aqui nós vamos oferecer o simples bem feito, com atendimento excelente, produtos com ingredientes da melhor qualidade e sabores que certamente trarão as melhores lembranças”, conta Vilmar Dzierwa, sócio da Padó e amante dos pães desde criança. “Quando eu era pequeno, acordava bem cedo, antes de todos, e esperava o padeiro passar na minha casa com a caminhonete Ford. Eu fazia todas as entregas com ele até chegar na escola. Sempre sonhei com um espaço gastronômico e a Padó é, para mim, uma realização”, conta Dzierwa que é, também, gestor do empreendimento.
Um dos diferenciais da Padó é o autosserviço. Lá, os pães, doces, bebidas estão expostos e bem próximos dos clientes. A ideia é poder escolher a quantidade e variedade que quiserem. Tudo pode ser customizado e feito na hora, como a tábua de frios e até doces e tortas. “A massa fica pronta e o cliente pode pedir o recheio e finalização que ele desejar”, conta Vilmar.




Pão artesanal
São 65 variedades de pães, muitos deles com fermentação natural e ingredientes funcionais. A cada 40 dias, essa variedade aumentará. O sistema de serviço funciona assim: o cliente entra na Padó, pega um bowl e escolhe a quantidade e o tipo do pão que deseja levar. Os funcionários pesam e embalam os pães, e ficam a disposição para auxiliar com informações, caso seja necessário. De acordo com o chef padeiro Yure Fiel, na Padó os pães tem características diferentes, que atestam seu processo artesanal na hora de fazer e assar. “Não há maquinário para fazer os pães. O trabalho é manual. Ao olhar, é possível perceber que os pães não são exatamente iguais. Levamos a palavra artesanal ao pé da letra”, conta Yure, que promete atrair a atenção de todos no momento de assar os pães em frente ao cliente. “Aqui serão assados os pães franceses, multigrãos, pães de queijo, entre outros. Com certeza teremos pessoas esperando por um pão quentinho”, finaliza.
Outra questão interessante são os ingredientes usados em algumas receitas, alinhados aos produtos encontrados na Padó, como o pão de azeitona, o mexicano apimentado, os pães de vinho e pesto.  Destaque, ainda, para a broa preta, para o brioche belga com sabor de manteiga bem acentuado, e os croissants, que seguem a receita original com e sem recheio.


Confeitaria
Outro grande diferencial da Padó será a área de confeitaria fina e bolos caseiros. São dezenas de opções, receitas internacionais, clássicos e um tom de confort food dado especialmente pela chef patissier Andressa Schmidt. Ela criou uma linha com forte tendência europeia, mas muito focada nas memórias afetivas da família. “Eu mesma sigo essa tendência, venho de uma família com avós que cozinhavam no tacho de cobre. A ideia é aliar a sensação dos sabores conhecidos que nos remetem à infância dando um toque de sofisticação”, conta Andressa. As opções clássicas ganharam releituras. Um bom exemplo é o quindim, finalizado com geleia artesanal. Outro exemplo é a famosa Ópera Cake, que recebeu um toque abrasileirado, com chantilly a base de paçoca. A Framboesa Cake, citada como destaque pela chef, é uma mistura de massa de chocolate umedecida com licor de framboesa recheada com mousse de chocolate francesa e uma compota artesanal de framboesa. Essas tortas são servidas em porções individuais e também em tamanho maior, com aproximadamente 2kg. Basta encomendar.

Outra promessa de sucesso são as éclairs e as carolinas, feitas com fava de baunilha Bourbon de Madagascar. De acordo com a chef elas também terão outros sabores, como a receita que leva mousse de café, compota de banana passa e uma ampola de conhaque.


Estrutura
Localizada no Portão, bairro mais central e populoso de Curitiba, a Padó aposta no sistema take away, ou seja, de comida para levar – consolidado em países da Europa e nos Estados Unidos – com diversas opções de refeição fresquinha, como sanduíches quentes e frios, pizzas, saladas e muito mais. Isso atenderá a demanda de moradores que passam por ali diariamente rumo à região metropolitana. “Esse bairro merecia um empreendimento como o nosso. Agora é possível parar, fazer uma refeição completa e ainda levar itens para casa”, conta Vilmar.
A adega com 45 rótulos tem opções de vinhos para consumo no local acompanhados de uma boa pizza. O forno a lenha e a receita original devem atrair muitos amantes da verdadeira pizza italiana.
A Padó oferece, ainda, buffet de café da manhã, almoço e café da tarde. Aos domingos, o brunch terá estrogonofe, o prato queridinho do curitibano, no cardápio fixo. Toda a assessoria do projeto, que levou dois anos até a inauguração, contou com profissionais reconhecidos, como Thays Ferrão (sommelier e cardápio), Solange Schneider (cardápio), Marcio Rodrigues e Yure Fiel (panificação) e Andressa Schmidt (confeitaria).
Serviço:
Padó Padaria
Endereço: Av. Presidente Arthur da Silva Bernardes, 2285 - Portão
Horário: diariamente das 06h30 às 22h
Telefone: (41) 3092-9422

Clique na primeira imagem para abrir a galeria de fotos:


























Especial


Colunistas

Menu