Destaques

ads slot

Evite ficar rouco com o grito de carnaval - Saúde > Dr. Paulo Mendes Jr.



Após as festas de carnaval, muitas pessoas sofrem com a rouquidāo, que normalmente é decorrente a vários fatores que podem ser causas de perda da voz no dia a dia, mas se intensificam no carnaval.

Mas primeiro vou explicar sobre a anatomia da garganta: A laringe fica no pescoço, na altura do  popularmente conhecido pômo de adāo ou gogó, ou cientificamente descrito como cartilagem tireóidea. 

Uma das funções da laringe é a fala, que é decorrente a presença de duas cordas vocais(direita e esquerda) que vibram com a passagem de ar proveniente dos pulmões.

E a principal causa da disfonia ou rouquidāo é o abuso vocal, que é quando a pessoa fala prolongadamente, sem ficar em silêncio; grita ou fala mais alto do que o seu habitual, e isto agridem as cordas vocais. E se estes episódios forem frequentes e/ou intensos podem provocar lesões como os nódulos vocais ou os famosos calos nas cordas vocais.



Outra causa é decorrente a má respiraçāo ; pois o nariz é um filtro, ou seja todas as impurezas deviam passar pelo nariz, e se a pessoa respira, mais pela boca, ela terá mais chances de ficar com infecções na garganta como faringites e laringites. E como a respiraçāo também faz parte da produçāo da voz, isto pode comprometer a sua qualidade como também a sua ressonância, por exemplo um paciente ter o nariz obstruído e ter uma voz mais anasalada.

E como na época do carnaval, as pessoas tendem a exagerar no tabagismo e principalmente na ingestāo de bebidas alcóolicas, estes componentes podem agredir as cordas vocais, provocando lesões agudas e até lesões crônicas se forem usadas prolongadamente como câncer de laringe.

E por último, a diminuição da ingestaāo de água, os excessos de consumo de cafeína, comidas gordurosas/frituras, alimentaçāo sem uma rotina de horário adequado e de qualidade, podem favorecer o refluxo gastroesofágico. Como também as noites mal dormidas, prejudicam o repouso necessário de todo o corpo. 




Apresentando uma diminuição da qualidade vocal com ou sem dor de garganta, é importante consulta um otorrinolaringologista que fará um exame simples no próprio consultório que é a videolaringoscopia que o permitirá avaliar como estão as cordas vocais e assim poderá indicar um tratamento mais eficaz que com certeza será acompanhado de um repouso vocal ou seja a necessidade de ficar em silêncio alguns dias



Dr. Paulo Mendes Jr - CRM 22667
Otorrinolaringologista
tel: 41 - 3093 - 9796 / 41 - 3314-1500
Facebook e Youtube: Dr. Paulo Mendes Jr - Otorrino Curitiba


Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu