Destaques

ads slot

Campanha “Eu Conheço um Autista Campeão” reforça potencial de pessoas com autismo e promove conscientização contra o preconceito


Lançada pelo portal Super Spectro em razão do Dia Mundial da Conscientização sobre o Autismo, 02 de abril, ação reforça também a importância do diagnóstico precoce já na infância

1 em cada 68 pessoas no mundo é faz parte do espectro autista. Apesar disso, o conhecimento que se tem sobre esta condição costuma ser muito pouco ou bastante superficial. O que faz com que o Autismo, ou Transtorno do Espectro Autista (TEA), passe despercebido em tantos casos é que ele não se não se manifesta apenas de uma forma e não é visível num primeiro contato com a pessoa como ocorre com portadores de Síndrome de Down e X-Frágil por exemplo. É por isso que atualmente se fala em Espectro Autista – pois neste espectro, cada pessoa é diferente e tem características peculiares.
Para contribuir com a ampliação do conhecimento sobre o TEA, o Super Spectro – um portal de notícias lançado em 2017 e dedicado a trazer informações sobre o autismo – criou a campanha "EU CONHEÇO UM AUTISTA CAMPEÃO", que ajuda a mostrar para as pessoas típicas - ou seja, que não são autistas - que cada pequena evolução pode ser transformadora e uma verdadeira vitória na vida de quem faz parte do espectro autista e de seus familiares.
Em razão do Dia Mundial da Conscientização do Autismo, o Super Spectro e alguns parceiros que embarcaram nesta ideia vão espalhar por Curitiba alguns outdoors sobre a temática e realizar uma ação de conscientização nas três unidades da Academia Gustavo Borges na cidade, nos bairros Barigui, Mercês e Tarumã.
O objetivo é ampliar o conhecimento sobre o tema e alertar a população sobre a importância de enxergar os sinais do autismo e buscar o diagnóstico precoce.
A campanha Eu Conheço um Autista Campeão conta com o apoio da Academia Gustavo Borges, da Outdoor Mídia, Macrovisa, Gráfica Exclusiva, Instituto Dr. Ney Leprevost e Pier Vereador.

Sobre o Transtorno do Espectro Autista
Considerado um transtorno do neurodesenvolvimento que faz com que a pessoa pense e reaja a situações de maneiras atípicas, o Autismo está presente em cerca de 1% da população mundial. Seriam aproximadamente duas milhões de pessoas somente no Brasil, sendo que a incidência é muito maior em homens e meninos.
Quanto mais cedo ele for diagnosticado, mais rapidamente a família pode iniciar as intervenções adequadas – que normalmente consistem em terapias diversas, fonoaudiologia, acompanhamento psicológico, ensino adaptado e/ou outras abordagens.
O autismo já pode ser identificado antes da criança completar o primeiro ano de vida! Fique de olho nos sinais:
- Não olha nos olhos, centra o olhar em detalhes ou ponto fixo;
- Não responde a chamados verbais ou sonoros;
- Não iniciam a fala antes dos três anos ou iniciam a fala de maneira não funcional, ou seja repetem o que escutam;
- Aprecia mais objetos do que pessoas;
- Dá sinais de incômodo em ambientes estranhos, lotados e/ou barulhentos.
Se você conhece uma criança que possui alguns destes sinais, sugira uma visita ao portal Super Spectro ou informe-se sobre o autismo. Quanto maior o conhecimento a respeito do TEA, mais rapidamente as famílias chegam ao diagnóstico e mais qualidade de vida a pessoa pode ter.
Entre em contato com o Super Spectro para saber mais sobre a campanha "Eu Conheço Um Autista Campeão!".

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu