Destaques

ads slot

Então é Páscoa! Selecionamos seis vinhos para acompanhar o almoço do Domingo de Páscoa.

Quinta do Cachão Tinto


No domingo dia 1 de abril celebra-se a Páscoa, quando tradicionalmente famílias e amigos se encontram para brindar o renascimento e a união. Nada melhor para fortalecer as relações do que sentar-se ao redor de uma bela e farta mesa. O bacalhau regado a azeite de oliva extravirgem é tradicional, mas vários outros pratos podem ser protagonistas do cardápio. E onde há celebração, reunião de pessoas e receitas, não pode faltar vinho. Por isso, selecionamos seis rótulos versáteis, com ótimo custo e benefício, para você escolher o que melhor se adapta ao menu. Todos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

Em dia de celebração, espumante é fundamental. Nossa sugestão é o português Messias Bairrada Brut Milésime 2012. Vivo, seco, equilibrado e com excelente acidez, leva na composição as tradicionais uvas Baga e Bical, porém com um toque da francesa Chardonnay. O resultado são delicados aromas cítricos com deliciosas notas tostadas. Indicado como aperitivo, mas com grande potencial para acompanhar a refeição inteira.

Marquês de Borba é a marca mais conhecida do renomado produtor João Portugal Ramos, em Portugal. Nossa opção é o branco, elaborado com as uvas Arinto, Antão Vaz e Viognier. Apresenta aroma cítrico e ótima acidez. É excelente como aperitivo e acompanha bem pratos à base de peixes magros e delicados. Também branco e português, o FP Bical e Arinto, elaborado pela enóloga Filipa Pato. Vinho de aromas frutados com notas de iodo e sal, devido à proximidade do vinhedo ao Oceano Atlântico, acompanha com maestria bacalhau, frutos do mar ou outros peixes de água salgada.

Se a opção for carne vermelha grelhada, experimente com o tinto Quinta do Cachão, elaborado no Douro, Portugal. É um vinho seco e de taninos sedosos, que ficará ótimo ao lado de uma alcatra grelhada, por exemplo, ou até de uma tábua de queijos e embutidos. Outra dica é o Marqués de Tomares Crianza, espanhol que passa 12 meses em barrica mais 14 meses na adega antes da comercialização. Vai muito bem com aves assadas ou carne de cordeiro.

Naturalmente a sobremesa terá chocolate entre os ingredientes – ou ainda será apenas chocolate. Para escoltar esta doçura, o Porto Tawny, da Caves Messias. Este é um fortificado que estagia em barricas de carvalho antes de ser engarrafado, por isso vai harmonizar com chocolates ou sobremesas à base de frutas secas e passas.

Em Curitiba, onde encontrar: Condor, Festval, Vinhos del Rey e MHG.

Preços sugeridos:
Espumante Messias Bairrada Brut Milésime 2012: R$45,90
Marquês de Borba branco: R$66,90
FP Bical e Arinto: R$77,90
Quinta do Cachão: R$40,90
Marqués de Tomares Crianza: R$82,90
Porto Messias Tawny: R$56,90

Importadora Porto a Porto
@portoaporto

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu