Destaques

ads slot

Espetáculo holandês “Vamos Fazer Nós Mesmos (Lets Do It Ourselves)” traz mais inclusão e questões sociais, nesta segunda (02/04), ao Festival de Curitiba



O coletivo Wunderbaum cria um espetáculo musical colaborativo a partir das atividades de seus integrantes na sociedade


 Uma peça musical sobre o fim do estado de bem-estar social e a sociedade participativa emergente. O que esperamos de um governo? Nos sentiríamos abandonados ou finalmente libertados sem ele? Um roadshow punk com influências do submundo e uma seleta gangue autônoma, apresentada no palco, numa espécie de comício propagandista. Esta é a ideia do espetáculo internacional “Vamos Fazer Nós Mesmos (Lets Do It Ourselves)”, 
do coletivo holandês Wunderbaum, que se apresenta na Mostra da 27ª edição do Festival de Curitiba, nos dias 2 de abril, às 21 horas, e 3 de abril, às 17h30 e 21 horas, no Teatro do Sesc da Esquina.
A peça faz parte da série The New Forest, baseada na cooperação entre os integrantes do grupo e numerosos parceiros, voluntários e espectadores. O coletivo é formado por artistas da Holanda, um dos principais representantes da cena contemporânea dos Países Baixos. Com passagens por diversas partes do mundo (EUA, Irã, Escandinávia, Brasil), seu trabalho ganhou, além de inúmeros prêmios, o reconhecimento do público e da crítica.
De um modo comunitário, divertido e cheio de música, artistas brasileiros de artes performáticas, como teatro, dança e música, juntos dos holandeses, contarão com a participação de cidadãos curitibanos que decidiram criar iniciativas sociais sem a ajuda do governo e que procuraram fazer a diferença no mundo, por si mesmos. O musical “Vamos Fazer Nós Mesmos (Lets Do It Ourselves)” questiona tutela estatal, moralismo social, anarquia judicial e noções de território em um pungente tratado da natureza humana.
Seleção de elenco – A companhia selecionará 15 voluntários para o espetáculo. Para participar da seleção, acessar o site www.festivaldecuritiba.com.br
Apresentadores, patrocinadores e apoiadores
O Festival de Curitiba tem parceiros fundamentais para sua realização e é apresentado pela Cielo, com patrocínio da Vivo, Denso do Brasil, Uninter, Copel Telecom, Sanepar, Governo do Estado, Ebanx, Tradener Comercialização de Energia, GRASP e Renault do Brasil. O aplicativo de mobilidade oficial do Festival de Curitiba é Uber.
Os eventos simultâneos – Guritiba, MishMash e Risorama -, igualmente, contam com o apoio de parceiros importantes para levar a arte, cultura e entretenimento ao público.
O Guritiba é apresentado por Perkins Motores, Mili, Parati e Unimed Curitiba, com patrocínio da Caterpillar e New Holland e apoio da Peróxidos do Brasil e Brose do Brasil.
O Grupo Boticário, este ano, apresenta o MishMash, evento que tem também o patrocínio da Schattdecor.
O Risorama é apresentado pela Potencial Petróleo, Havan, Sistema Fiep e Madero. E este ano, o segmento de stand up comedy do Festival de Curitiba tem também o apoio da Aveo Vision, da Ford Center e da FH.
O Gastronomix, quermesse de alta gastronomia do Festival de Curitiba, por sua vez, tem o patrocínio da Melitta e da Compagás, com apoio da Lowçucar, Da Magrinha, Booking.com e conta ainda com a Oxford Porcelanas como fornecedora da louça oficial do evento.
As bilheterias do Festival de Curitiba são uma parceria com o ParkShoppingBarigüi e o Shopping Mueller.

Ingressos
A venda dos ingressos será pelo site www.festivaldecuritiba.com.br, pelo aplicativo “Festival de Curitiba 2018” e nas bilheterias oficiais do evento, no ParkShoppingBarigüi, com funcionamento das 11h às 23h, de segunda a sexta; no sábado, das 10h às 22h e, aos domingos, das 14h às 20h; e no Shopping Mueller, de segunda a sábado, das 10h às 22h, domingos e feriados das 14h às 20h.
O valor dos ingressos para os espetáculos da Mostra vai de gratuito a R$ 70,00 (inteira) mais taxa administrativa.
Os preços para os espetáculos do Fringe variam de gratuitos a R$ 60,00 (inteira), além da taxa administrativa.
Clientes Ebanx têm desconto de 50% em espetáculos da Mostra e do Fringe.
O ingresso do MishMash custa R$ 40 (inteira) mais taxa administrativa. 
O preço da entrada do Risorama é R$ 70 (inteira) mais taxa administrativa.
Gastronomix, este ano, custa R$ 12 (não consumível) mais taxa administrativa.
Guritiba custa R$40 (inteira) mais taxa administrativa.

FICHA TÉCNICA
Criado por: Maartje Remmers, Marleen Scholten, Matijs Jansen, Walter Bart e Jens Bouttery;
Elenco brasileiro: Alonso Zerbinato, Fernanda Honorato, Higor Campagnaro, Monique Vaillé e Pedro Uchoa;
Cenografia: Maarten van Otterdijk;Técnicos: Rick Gobee & Siemen van der Werf;Produção Holanda: Josine Gilissen;Produção Brasil: Monique Vaillé e Pedro Uchoa;Apoio cultural: Dutch Fundo Performing Arts e Consulado dos Países Baixos;
Co-produção: Tempo Festival


Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu