Destaques

ads slot

O casamento e o marketing, por Davi Alvim


Imagine um rapaz solteiro que decide se casar, a primeira coisa sensata a se fazer seria procurar uma noiva e dai sim comprar um anel de noivado, certo? Mas ao invés disso ele vai a uma joalheria e compra um anel e depois vai procurar uma noiva a qual o anel sirva.

Parece uma piada lusitana, mas é a realidade de boa parte das empresas brasileiras. Primeiro desenvolvem um produto para só então perguntarem quem seriam os compradores.
Em um estudo realizado com empresários brasileiros de diversos setores, apenas 34,58% realizaram algum tipo de pesquisa de mercado, seja para posicionamento da marca ou lançamento de um produto. Isso expõe a empresa a incertezas com relação a capacidade de absorção do mercado, valor de venda, canais de comunicação entre outros, resultando muitas vezes em desperdício financeiro e de tempo.
           
Para aqueles que já lançaram o produto e estão lendo este texto ainda há tempo. Muitas vezes é possível fazer um realinhamento estratégico e direcionar as atividades e foco para mercados e setores mais assertivos. Existem inúmeras ferramentas, algumas até gratuitas, para realizar uma pesquisa, o que não pode é considerar está etapa um preciosismo ou se fiar unicamente no conhecimento do mercado e experiência, lembre-se, o mercado é dinâmico e muda constantemente, logo aquilo que era verdade ontem pode não ser verdade hoje.
           
Muitos dos empresários com quem converso sobre o tema dizem que este tipo de atividade serve principalmente para grandes empresas com vendas em vários pontos e extenso investimento em marketing e propaganda, o que é um erro, pois quanto menor a empresa maior é o percentual da receita investido para lançamento de um produto ou serviço, assertividade muitas vezes é a chave para a sobrevivência.


* Davi Guilherme Alvim, 30 anos, Curitibano, formado em Economia (UFPR) e Gestão Comercial (FAE Business School), 14 anos de experiência em marketing e vendas. Trabalhou no atendimento às maiores montadoras, construtoras, mineração, petróleo e grãos do país, como Petrobrás, Case New Holland, Volkswagen, Acciona, Caterpillar, Vale, Odebrecht, Camargo Corrêa, DHL, entre outras. Hoje, é sócio proprietário da Autem Solutions, empresa curitibana.

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu