Destaques

ads slot

​​Grupo de Teatro Enio Carvalho realiza sua primeira mostra de repertório


O Festival do TEC será de 10 a 27 de maio, com três espetáculos,
lançamento de livro, Masterclass de canto & voz e inauguração de biblioteca

Ana Cascardo_foto Rogério Viana
Entre 10 e 27 de maio, o Teatro Enio Carvalho promove a primeira mostra de repertório do seu grupo de teatro e pesquisa, o TEC. O 1º Festival do TEC contará com apresentações de três espetáculos - “O Homem da Flor na Boca”, “Leocádio – A Vida Continua” e A Barca” –, além do lançamento do livro “Odelair Rodrigues”, biografia da atriz paranaense, assinada pelos jornalistas José Carlos Corrêa Leite e Rosirene Gemael, e da abertura da “Tudo TECa”, biblioteca com acervo de livros e DVDs relacionados ao teatro paranaense.
Uma masterclass com a cantora Ana Cascardo completa a programação, que faz parte da celebração de 18 anos do espaço cultural que teve seu nome mudado recentemente para homenagear seu fundador, o ator, diretor, escritor e professor, Enio Carvalho – que assina a direção de dois dos espetáculos em cartaz. Destinada a cantores, atores e ao público em geral, a proposta da masterclass é oferecer aperfeiçoamento vocal, tratando de temas como Interpretação, Registros Vocais, Filtros Sonoros e Aquecimento e desaquecimento vocal. Será no dia 12/05 das 10 às 18h e o investimento é de R$ 150,00.  Inscrições
​ estão abertas e podem ser feitas​
 pelo e-mail – teatroeniocarvalho@falec.br.
Também durante o Festival será realizada uma enquete para definir o nome do principal palco do teatro, que vai homenagear um nome forte das Artes cênicas paranaenses. O público que assistir às apresentações vai escolher entre Claudete Pereira Jorge, Mauricio Távora, Paulo Fribe e Marcelo Marchioro, ou um outro artista do teatro paranaense não listado e que receba indicação expressiva.
 Teatro – “O Homem da Flor na Boca”, que abre
​o Festival
, é inspirado na peça de mesmo nome de Luigi Pirandelo. Adaptada para outra realidade, porém, é baseada em fatos reais e procura contextualizar uma visão positiva da vida e a superação das crises existenciais. Com texto e direção de Bruno Rodrigues e Thiozer Nunes em cena, o monólogo estreou no Festival de Teatro de Curitiba de 2018 e teve sessão extra devido a casa cheia todos os dias.
“Leocádio, a vida continua”, assistida por mais de 4 mil pessoas desde 2015, será apresentada na segunda semana da Mostra, de 17 a 20/05. Conta a história do médico, politico e artista Leocádio José Correia, importante figura no Paraná e no Brasil do final do Sec. XIX, respeitado por sua postura e exemplo de força, coragem e convicção. O espetáculo já passou por Paranaguá, Ponta Grossa, Rio de Janeiro e rendeu ao ator Bruno Rodrigues, que interpreta o Dr. Leocádio, o Prêmio Troféu Gralha Azul como ator revelação em 2016. O texto é de Margareth Bernardon e direção de Enio Carvalho.
Para encerrar a Mostra, de 24 a 27, “A Barca”, comédia adaptada do clássico “O Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, um dos mais importantes escritores do período quinhentista.  Na montagem, o texto original está intacto, abordado de maneira contundente e bem humorada para mostrar com irreverência a continuidade da existência. A peça também tem direção de Enio Carvalho.
Odelair Rodrigues - A estrela do teatro paranaense, que ao lado de Ary Fontoura brilhou nos palcos e nas telas da TV em papéis cômicos, e marcou a imagem de uma comovente Mamãe Dolores na novela “Direito de Nascer”, produzida pelo Canal 6 nos anos 1960, ganhou uma biografia assinada pelos jornalistas Zeca Corrêa Leite e Rosirene Gemael. No dia 11/05, o livro ganha mais uma sessão de lançamento, no 1º Festival do TEC às 18h30, com a presença de Zeca Leite, que autografará os exemplares. O livro estará à venda por R$50,00.

 O livro de 144 páginas conta a história de Odelair desde seu nascimento numa noite chuvosa de 1935, até o falecimento em 2003. Entre essas datas estendeu-se a existência da menina pobre, negra, que aos sete anos de idade apresentou-se pela primeira vez em público numa festa escolar cantando um sucesso de Dorival Caymmi. Fotos da artista, de cenas dos espetáculos, cartazes, recortes de jornais e revistas ilustram a narrativa.

“Odelair Rodrigues” chega ao público com alguns anos de atraso. Selecionado pela Lei de Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba, em 2007 – e incentivado pela Caixa Econômica Federal –, tinha como autora a jornalista Rosirene Gemael, que acabou falecendo no meio do projeto. A produtora cultural Monica Drummond tornou-se substituta legal do projeto e, apesar das tentativas em localizar os originais da biografia no computador da jornalista, só localizou apontamentos, entrevistas e dados compilados da pesquisa. O trabalho foi retomado alguns anos depois com o apoio da pesquisadora Selma Teixeira, cuja parceria “permitiu a produção e publicação da obra”.


Serviço:
O que: 1.º Festival do TEC
Quando: de 10 a 27 de maio de 2018. De quinta a sábado ás 20h e aos domingos às 17h30.
Quanto: R$20 e R$10 (meia entrada)
Onde:  Teatro Enio Carvalho (R. Mateus Leme, 990)

Programação completa:
O Home da flor na boca:  De 10 a 13 de maio de 18.
Leocádio, a vida continua. De 17 a 20 de maio.
A Barca. De 24 a 27 de Maio.
Lançamento do Livro:  Odelair Rodrigues.  Dia 11/05, das 18h30 as 20h. Entrada franca.
Masterclass Ana Cascardo: Dia  12/05 das 10 às 18h. Investimento: R$ 150,00. Inscrições pelo e-mail –teatroeniocarvalho@falec.br
Inauguração da “Tudo TECa”:  Dia 26/05 às 18h30.
Divulgação da Escolha do novo nome do Palco. Dia 27/05 às 19h.

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu