Destaques

ads slot

Curitiba sedia Movimento da Fertilidade

Ação é iniciativa da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana e acontece no dia 28 de julho, no Parque Barigui

No próximo sábado, dia 28 de julho, Curitiba vai ser palco do Movimento da Fertilidade, evento inédito e gratuito que será realizado no Parque Barigui. Promovida pela Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), a ação visa conscientizar jovens sobre a importância de preservar a fertilidade natural e as limitações do sistema reprodutivo. 

Durante a manhã, das 8h às 11h, o Movimento da Fertilidade vai promover ações voltadas para a saúde, entre elas atividades esportivas e recreativas, orientação nutricional, quick massagem e um bate-papo com especialistas que vão focar em hábitos de vida saudáveis e alternativas existentes para preservar a saúde reprodutiva. 

“Com a realização do Movimento da Fertilidade queremos alertar uma parcela da população que desconhece os riscos de adiar a gravidez e, também, informar que existem alternativas para quem opta em ter um filho após 35 anos”, explica o especialista em reprodução humana Álvaro Ceschin, membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida e representante do evento na cidade de Curitiba.

No Brasil, o número de mulheres que optam por ser mãe após os 40 anos aumentou 49,5% nos últimos anos. Os dados do Ministério da Saúde não são recentes, mas reiteram o pensamento atual das mulheres. “Ter filhos hoje não está na fila de prioridades quando se está com idade entre 20 e 30 anos. Nesta faixa, as mulheres valorizam os estudos e a carreira, por exemplo”, esclarece Ceschin.

No entanto, é preciso entender que a idade é um fator determinante para a fertilidade da mulher e do homem. Ao longo da vida, os óvulos envelhecem e a produção de espermatozoides perde qualidade e é justamente isso que o movimento quer reforçar. “Uma parcela da população desconhece os riscos da uma gravidez tardia, que pode ter consequências para a saúde da mãe e do bebê.  A decisão de ter um filho tem sido tomada cada vez mais tarde. O percentual de mulheres que adiaram as gestações entre 30 e 39 anos aumentou de 22,5% para 30,8% (IBGE). Todo esse processo demanda um planejamento prévio”, complementa o especialista. 

Álvaro Ceschin explica ainda que a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida não defende o uso das técnicas de reprodução assistida como primeira opção àqueles que desejam engravidar, pois o momento adequado para recorrer à assistência especializada é a partir do momento em que as mulheres interrompem o uso do método contraceptivo e, após um ano de relação sexual, não conseguem engravidar.  “Se a idade da mulher for acima de 35 anos, recomenda-se orientação com 6 meses de tentativas. Caso haja algum fator identificado, como distúrbios menstruais ou infecções pélvicas anteriores, o acesso deve ser imediato”, completa Dr. Álvaro Ceschin. 

Ivete Sangalo

Olha só quem gravou um recado importante para todas as pessoas em idade fértil que desejam ter filhos biológicos: ela mesma, Ivete Sangalo. Após quatro meses do nascimento das gêmeas, gestação com auxílio de reprodução assistida, Ivete Sangalo gravou um vídeo em apoio ao Movimento da Fertilidade, da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA). Isso porque a última gestação dela foi por meio da Fertilização In Vitro e só foi possível porque ela congelou os óvulos com antecedência. A FIV é uma das técnicas de reprodução assistida e é uma das alternativas para casais que tem dificuldades em ter filhos. Lembrando que o diagnóstico de infertilidade é dado àqueles que tentam engravidar por meios naturais durante um ano e não conseguem. 

Vídeos "Ivete Sangalo apoia o Movimento da Fertilidade":

2.              Facebook: https://www.facebook.com/SBRAssistida/videos/1897288283622991/
3.              Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=1cGt0hN9PkI

Movimento da Fertilidade será realizado no próximo sábado, dia 28 de julho, no Parque Barigui (Av. Cândido Hartmann, S/N), próximo ao Pavilhão de Exposições, das 8h às 11h. Mais informações pelo telefone (41) 3334-4443 ou no site www.sbrh.org.br.

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu