Destaques

ads slot

Green Dog vende 300 lanches a R$ 2,00 cada

Evento de inauguração, no dia 13 de julho, terá renda integralmente revertida para instituição que cuida de crianças e adolescentes que sofrem vulnerabilidade social.

O empresário Phelipe Rangel, proprietário da marca Green Dog, vai inaugurar a segunda unidade de sua lanchonete de cachorro-quente na próxima sexta-feira, dia 13 de julho. Na ocasião, serão vendidas 300 unidades de um lanche do cardápio que será escolhido em votação em vigor nas redes sociais, mobilizada por quatro influenciadores do segmento gastronômico.
Os primeiros 100 lanches especiais serão vendidos entre 12h e 13h e a segunda remessa, de 200 dogs, será vendida das 18h30 às 19h30. O lanche escolhido pelo público nas redes sociais custará apenas R$ 2,00 (valor exclusivo para o dia 13/07) e o total arrecadado será revertido para o Lar Infantil Sol Amigo (LISA) – instituição filantrópica que atende crianças e adolescentes que sofrem de vulnerabilidade social.
“Além de apresentar nosso novo endereço, escolhemos mobilizar o público para doar uma quantia acessível que será revertida para uma causa nobre”, explica Rangel.
Localizado na Rua Comendador Araújo, 489, esquina com a Rua Brigadeiro Franco, o novo endereço do Green Dog visa promover uma experiência ainda mais ágil, com destaque para a transparência dos serviços, uma vez que o cliente pode acompanhar a montagem do preparo dos lanches através de uma janela - tendência cada vez mais apreciada na gastronomia.
Serviço:
Green Dog
Endereço: Esquina entre as Ruas Brigadeiro Franco e Comendador Araújo, Centro.
Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 12h às 13h45 e das 17h15 às 23h15. Sábado somente das 17h15 às 23h15.
Siga o Green Dog pelas redes sociais: https://www.facebook.com/greendog/ e @greendogofficial / Instagram.
_____________________________________________________________________
Saiba mais sobre o Green Dog
Phelipe Rangel, fundador do Green Dog, criou um idioma irreverente para colocar seus lanches na praça. Acostumado a ler de trás para frente, batizou seus lanches - que agradam paladares carnívoros e vegetarianos - de um jeito curioso e nada tradicional (´nalcioditra´, diria ele). Durante sete anos, o Green Dog foi um simpático e despretensioso carrinho de rua, destes que carregam a bandeira da qualidade acessível. Em 2015 encontrou um teto para chamar de seu e, de lá, pra cá, fidelizou a clientela das regiões do Cabral, Juvevê e Centro Cívico. Ganhou novos fãs nos concorridos eventos Vinada Cultural e Gastronomix – a quermesse da alta gastronomia, onde, consolidou-se como preferência ´green´.
A principal criação do Chef Phelipe Rangel é o Pork Burdog, que não é nem hambúrguer e nem hot dog, mas o melhor dos dois mundos. No entanto, o lanche que impulsionou a marca foi o Nhatacas de Juca, reconhecido pelo Prêmio Bom Gourmet, da Gazeta do Povo. O Green Dog conquistou, ainda, valiosas indicações para o Prêmio Comer & Beber, da Veja Curitiba e recebeu, em 2018, o Selo Tutano Gastronomia.
Atualmente, o Green Dog atende em dois endereços (Rua Alberto Folloni, 225, Juvevê | Rua Comendador Araújo, 489, Centro) e vende tantos nas lojas, como pelo delivery do site e pelo aplicativo iFood, cerca de 6 mil lanches por mês.

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu