Destaques

ads slot

Mais de 80% dos casos de diabetes podem ter ligação com a obesidade



Algumas alterações no estilo de vida e hábitos saudáveis podem prevenir, evitar e até mesmo reverter muitos casos da doença

O diabetes, enfermidade que pode ter complicações sérias e até mesmo levar à morte, está aumentando em Curitiba. Segundo dados do Ministério da Saúde, um em cada dez curitibanos já sofrem com a doença. E esses números tendem a aumentar, já que há uma relação direta entre o diabetes e a obesidade e mais da metade da população se encontra com excesso de peso.
"Mais de 80% dos casos de diabetes são do tipo 2 e se iniciam, na maioria das vezes, durante a vida adulta. Esses casos, em que não há dependência de insulina, têm uma ligação muito forte com a obesidade e o sedentarismo", afirma o endocrinologista do SPA Estância do Lago, Dr. Fabiano Lago. 
O endocrinologista,que é membro da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), comenta que uma dieta saudável, atividades físicas e a manutenção do peso próximo ao ideal podem prevenir, evitar e até mesmo reverter muitos casos da doença.
"A alimentação de quem quer fugir do Diabetes deve ser composta por frutas, verduras e carnes magras. E a prática de atividades físicas, as quais de preferência sejam prazerosas o como tênis, a natação, a as artes marciais, são as mais indicadas, pois além de queimarem calorias e promoverem o emagrecimento, ainda aliviam o estresse, um outro fator de risco", aconselha.
O médico comenta que um dos maiores vilões do ganho de peso e, em consequência, da obesidade e do diabetes, são os carboidratos. "Eles devem ser evitados ou consumidos com moderação, já que têm alto valor calórico e pouco valor sacietógeno,ou seja, o indivíduo consome e logo em seguida está com fome novamente".
"É importante que as pessoas entendam que o melhor remédio para a pré-diabetes ou para quem já tem a doença estabelecida são as mudanças no estilo de vida, de forma com que se tornem mais saudáveis e fiquem longe dessa doença grave. Também é essencial um acompanhamento médico e nutricional para que as alterações sejam feitas de forma assertiva e com ótimos resultados para a saúde", ressalta.

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu