Destaques

ads slot

Cardápios inteligentes precisam estar atrelados à redução de custos


É aí que um bom planejamento faz a diferença no final das contas. Saiba o que a Exal – Excelência em Alimentação tem feito


            Almoçar fora de casa todos os dias eleva consideravelmente os gastos no final do mês. Segundo um levantamento feito em 51 municípios do Brasil pela Associação das Empresas de Benefício ao Trabalhador (ABBT), o custo médio de uma refeição que inclua prato principal, bebida, sobremesa e café é de R$ 34, o que representa em torno de 80% do salário mínimo, considerando 22 dias de trabalho.
            Esse valor pesa para o trabalhador ou para a empresa que concede o vale-refeição como benefício ao funcionário, que costuma oferecer um montante um pouco mais baixo, em média R$ 25 por pessoa. Por isso, muitas empresas optam pela instalação de um restaurante interno que, mesmo com a administração terceirizada, o valor por refeição cai para menos da metade.
            O fato é que a redução de custos é uma necessidade, seja para o trabalhador, para a empresa, aos restaurantes ou organizações que atuam na área de alimentação coletiva. No caso da Exal, empresa que atua nesse segmento e serve cerca de 100 mil refeições ao dia, a gestão inteligente de recursos é uma das prioridades. Por isso, desde 2016, a organização busca alternativas para equilibrar a entrega de um serviço de refeições empresariais de excelência, a um custo reduzido e com preços justos.
            De acordo com o diretor de Operações da Exal, Leocádio Bento Filho, a solução foi focar em um planejamento inteligente de compras corporativas. Por meio do Planejamento de Compras e Processos, o PCP, é possível garantir mais flexibilidade na negociação, competitividade de mercado, criatividade e qualidade no cardápio. “Antes a compra era feita regionalmente, agora há um poder maior de negociação e com a mesma velocidade de entrega. A ideia é gerenciar essa compra por volume de ingredientes utilizados em diversas unidades, mantendo a liberdade de escolha da preparação”, afirma.
            Outro ganho que o PCP traz é que o cardápio passou a ser avaliado por duas pessoas: pela nutricionista e pela gestora de unidade. A Exal possui um departamento de Planejamento de Compras que, mensalmente, recebe todos os cardápios feitos pelas gestoras, com isso, é possível realizar a previsão e gestão de compras, levando em consideração as particularidades dos clientes que possuem o restaurante administrado pela empresa.

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu