Destaques

ads slot

Reabertura do Bar do Simão é marcada por desconstrução, liberdade e orgulho LGBTI+


O “lar”, como é chamado por seus frequentadores, inicia uma NOVA ERA no dia 11 de outubro
Crédito das foto: Fabiano Claro



            “O bom filho à casa torna”, já dizia um antigo ditado. No dia 11 de outubro, a partir das 21 horas, o Bar do Simão reabre as portas da sua antiga sede, na Avenida Manoel Ribas, 656. Com um conceito renovado, o Simão quer mostrar que as pessoas podem ser livres, tendo orgulho de ser o que se é. “As mudanças ocorrem para melhorar, mas a essência do Simão nunca foi deixada de lado. Como tínhamos um outro espaço, na Avenida Jaime Reis, resolvemos ocupá-lo enquanto a mudança em nossa sede principal passava pela renovação estrutural. Agora, estamos voltando para casa”, conta o sócio-proprietário do Bar do Simão, Emerson Simão.

O projeto de reformulação, realizado pelos arquitetos Leonardo Bueno, Thaise Dias e Rafael Ribas, em parceria com o escritório de arquitetura Estúdio Pólis, e pelo artista visual, Alan Amorim, baseou-se na nova identidade visual. Nos espaços, a proposta é trabalhar com diferentes possibilidades de mundo. Uma delas é um lounge totalmente cor de rosa, localizado no piso superior da casa, além de um bar voltado para drinks e dois banheiros com uma iluminação e decoração azul. Essa mistura, formará, num conjunto, a bandeira trans. No piso inferior, um espaço paralelo, underground e trabalhado nas desconstruções. Neons, lambs e colagens de Amorim estão espalhados por todo o “submundo”. O bar ficou maior, assim como a pista. O banheiro foi ampliado e agora é sem gênero, decorado com a bandeira do movimento LGBTI+. O jardim também recebeu intervenções artísticas de Amorim.

A intenção é que a casa também seja um ponto de resistência e cultura LGBTI+. “Temos muitas pessoas que ainda não entendem o mundo das pessoas trans, do trabalho das drags. Queremos ampliar um conceito que existe na comunidade: o fervo também é luta”, esclarece Manolo Neto, DJ da casa.  Por isso, uma das propostas do Simão é gerar conteúdo e engajamento nessas causas, trabalho que também está acontecendo nas redes sociais do bar.

As festas são uma das grandes novidades, devido a sua nova formatação. Elas terão, em sua maioria, nomes brasileiros, ideia que partiu do DJ. “O consumo do pop é algo fortemente influenciado pela cultura norte-americana. Com o crescimento de artistas pops brasileiros, resolvemos que é necessário ajudar a fortalecer essa ideia”, afirma. As festas terão nomes em português e em pajubá – dialeto da comunidade LGBTI+.

O bar terá outras maneiras de reforçar a cultura local. Uma delas são os quadrimestrais com textos escritos (zines) por Igor Francisco, um dos líderes do movimento em Curitiba e responsável pelo treinamento de todos os funcionários da casa. A primeira edição estará disponível na casa, a partir do dia 11 e celebra o orgulho LGBTI+.  Outra novidade será o happy hour de quarta-feira, um projeto que visa fomentar a cena drag queen local. “Nosso objetivo é dar espaço para as queens iniciantes e também para as experientes. A festa terá um formato mais próximo de "happy hour" começando e acabando cedo. Além dos shows, nesses eventos trabalharemos promoções especiais com a carta de drinks, que também terão nomes de personalidades brasileiras”, salienta Neto.

            Para seguir as redes sociais do Bar do Simão é só acessar os links: www.facebook.com/barsimao,www.instagram.com/bardosimaowww.twitter.com/bardosimao. A reinauguração da casa ocorre no próximo dia 11 de outubro, a partir das 21 horas. O Bar do Simão está localizado na Avenida Manoel Ribas, 656 – Mercês. 

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu