Destaques

ads slot

Tendência internacional e expressão gastronômica local são as apostas do HOG Smash Burger



Nova hamburgueria de Curitiba destaca cardápio suculento composto por smash burgers, sanduíches de caráter selvagem e clássicos. O autoatendimento, realizado por tablets, é uma experiência à parte.
Crédito foto: Daniel Prando


  Glutão. Suíno Selvagem. A tradução fica à critério do cliente, mas o HOG Smash Burger, terceira marca criada pelo Chef Phelipe Rangel (a primeira é o Green Dog e, a segunda, o Opera House), traz para Curitiba o apreço pelo prato mais relevante da cultura estadunidense, o hambúrguer. A nova hamburgueria de Curitiba é reflexo de anos de estudo do empresário, que se dedica anualmente, desde 2012, às viagens de estudo e pesquisa na terra do Tio Sam. “O HOG traz uma ideia de selvagem e contrasta com essa selva de pedras em que vivemos. Trabalhamos com modernidade e comida fresca. Aliamos necessidade e vontade”, enaltece Rangel.

Segundo o empresário, a técnica de Smash Burger, ainda pouco difundida em Curitiba, é realidade nos EUA e tendência em São Paulo. “Smash é uma técnica de esmagar a bola de carne na chapa em alta temperatura, num curto espaço de tempo. Em contato com a superfície quente, forma-se uma crosta crocante em torno da carne fresca, responsável por concentrar o sulco e enaltecer o sabor”, explica Rangel.

Se por um lado, a suculenta gastronomia é determinante para atrair novos clientes, outro ponto alto do estabelecimento diz respeito ao autoatendimento. Um investimento da ordem de R$ 25 mil, que contempla licença de software, tablets e treinamento da equipe, possibilita customizar a experiência do HOG Smash Burger, agilizar os pedidos e fechamento de conta. “Fizemos um investimento que permite ao cliente passear pelo nosso cardápio - pontuado por fotos em movimento, informações e curiosidades - além de perceber o universo de possibilidades em torno dos tipos de pão, molhos, de outros acompanhamentos e, também, em torno da harmonização – trabalhamos com três cervejarias regionais. Não sei se estou antecipando o futuro, mas tenho certeza que, muito em breve, essa será uma realidade em outros estabelecimentos”, relata o empresário.

A casa destaca 76 lugares, sendo 24 no ambiente externo, e é atendida por 15 tablets, que permitem a evolução do ticket médio da casa em 40%. Além dos tablets, o HOG dispõe de dois garçons por período, de forma a humanizar a experiência no estabelecimento. “Estamos numa localização privilegiada, que antecipa tendências. Entendemos que tecnologia, técnica na cozinha e produtos regionais irão determinar o sucesso do mercado gastronômico nos próximos anos”.

Construção do cardápio
A decisão de trabalhar com uma técnica pouco explorada na capital, associada à carne fresca, moída diariamente e condicionada à vácuo, reflete apenas alguns dos detalhes assertivos da marca, que também celebra cortes exóticos, pão de fermentação natural - como opção na customização dos smash e presença garantida nos burgers selvagens - e os molhos preparados artesanalmente na casa. “Originalmente, as opções de smash são servidas em pão de leite, mas o ideal de sabor é conquistado com um valor adicional para receber o lanche com o incomparável pão australiano”, destaca.

Os molhos também foram cuidadosamente pensados para agregar valor aos lanches. “A maionese da casa é feita à base de leite, não leva ovo e acentua no sabor do alho. Temos também uma maionese de pepino que acompanha o lanche VEG, um barbecue vegano, um molho de mostarda que acompanha frango e uma opção de alcaparra que acompanha peixe”, lista o Chef.

Smash Burger
Identificado no cardápio pelo símbolo Fresh Meat (carne fresca), a categoria destaca quatro opções de lanches, três delas com burgers de 120g, e todas acompanham batatas fritas.
Smash Fresh (R$ 24), destaca queijo muçarela, alface, tomate, cebola e maionese da casa. Já o Smash Bacon Cheddar BBQ (R$ 28), traz prime bacon, cheddar cremoso, molho barbecue e maionese da casa. O Smash Blue Cheese (R$26), por sua vez, acompanha queijo gorgonzola, catupiry original, onion rings e maionese da casa e, oMonster Double Bacon (R$35) reúne 240g de carne fresca, divididas em dois burgers, prime bacon, cheddar cremoso, molho barbecue e maionese da casa.

Burgers selvagens
Três criações premium desafiam os mais exigentes paladares. O Moura Burger (R$ 34) destaca um blend 100% de Porco Moura – uma raça criada solta, com alimentação balanceada, que exibe marmoreio de sabor suave. A iguaria paranaense é servida em burger de 180g, com adição de muçarela, cebola, rúcula, tomate e maionese da casa.

Wagyu Burger (R$ 49) ressalta a raça bovina japonesa que produz a carne mais nobre e cara do mundo. Seu marmoreio inigualável torna a experiência desta degustação única e imperdível. Esse blend 100% de Wagyu é apresentando num burger de 180g, que acompanha outra iguaria, o ketchup de açaí de juçara, produzida na Região de Morretes, no Sítio Tubuna. Apesar de ter sido estrategicamente pensado para acompanhar este lanche, é possível solicitar a porção adicional deste ketchup em outras refeições. Além desta dupla forte, o lanche apresenta muçarela, alface, tomate, cebola e a maionese da casa.

Vegetarianos e simpatizantes podem pedir o VEG Burger (R$ 32). Esta opção destaca mandioqueijo, maionese, alface, tomate e cebola no pão australiano.

Clássicos
Entre os sanduíches clássicos, releituras assinadas pelo Chef Phelipe Rangel, como o Mignon com Cheiro Verde (R$ 27), o Frango Chapado (R$ 22), Pernil com Verde (R$ 21) e Costela (R$22). Todas as opções acompanham fritas.

Sugestões por temporada
Além dos 11 lanches fixos do cardápio, o HOG também aposta nos burgers que ganham a atenção dos clientes por temporadas, como a Torre Cheddaroni, que fez sucesso durante o soft opening da casa. A receita, que combina cheddar e pepperoni, foi criada especialmente para participar de um festival, mas, diante do sucesso do público, deve fazer, em breve, nova participação.

Serviço:
HOG Smash Burger
Endereço: Rua Comendador Araújo, 489, Centro.
Horário de atendimento: de segunda à sexta, das 11h30 às 13h45 e das 17h15 às 23h15. Sábado, das 17h15 às 23h15.



Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu