Destaques

ads slot

O LIVRO MÃO NO PÉ, MÃO NA MÃO, MÃO NA TESTA, MÃO NO CHÃO... APRESENTA E DISCUTE PROCESSOS CRIATIVOS E DE APRENDIZAGEM MUSICAL PRESENTES NOS JOGOS DE MÃOS INFANTIS



O lançamento do livro, que será realizado no SESC Paço da Liberdade, em Curitiba, conta com o espetáculo infantil Palmas pra que te quero!, que é baseado na pesquisa da autora sobre os jogos de mãos

Brincadeiras como “Eu com as quatro, eu com ela, eu sem ela, nós por cima, nós por baixo!!!”, “A-do-le-ta, le petit polá, le café com chocolá, A-do-le-ta!!!”, entre muitas outras, encontram- se presentes no imaginário infantil de todo o mundo. Elas envolvem jogos de mãos, cantos, parlendas e movimentos corporais. Este universo é explorado por Fernanda Souza em seu livro Mão no pé, Mão na Mão, Mão na Testa, Mão no Chão..., que será lançado no dia 26 de fevereiro, às 19h, no SESC Paço da Liberdade, em Curitiba.

A obra convida a reflexão sobre o papel dos jogos de mãos no universo musical infantil e é leitura fundamental para qualquer pessoa que queira conhecer a riqueza do mundo das crianças, seus modos de ser, de pensar, de agir.

No livro, Fernanda Souza apresenta uma abordagem inovadora a respeito do pensamento musical das crianças, especialmente no que se refere aos processos criativos e de aprendizagem musical colaborativa estabelecidos pelas crianças na prática dos jogos de mãos. Tais processos envolvem a constante manifestação de interações polirrítmicas e polimétricas, de criação de narrativas teatralizadas e de textos muitas vezes abstratos de forte caráter musical.

Em sua pesquisa, a autora observou a prática de jogos de mãos, durante o período do recreio escolar de crianças paranaenses, em diversas escolas de Curitiba e região metropolitana, bem como do litoral, em Morretes, Matinhos, Guaratuba, Paranaguá, na Ilha dos Valadares e Ilha do Mel.

De acordo com Fernanda é urgente buscarmos compreender mais atentamente as relações de aprendizagem e os processos criativos construídos entre as crianças quando se encontram imersas em um ambiente de alteridade e de liberdade tal como ocorre na prática dos jogos de mãos. “Observar como as crianças interagem e criam em seu universo próprio, o da infância, representa uma grande oportunidade para todos nós”, diz. 



Fernanda acredita que hoje estamos mais abertos a aprender com as crianças e, por meio da observação de seus processos criativos, participativos e colaborativos, podemos refletir e até mesmo reavaliar nossos próprios processos de ensino aprendizagem, sejam eles formais ou informais.

A autora afirma que as crianças têm plena consciência dos processos colaborativos que se estabelecem durante a prática dos jogos de mãos; sabem que estão aprendendo umas com as outras e sentem uma imensa alegria ao ensinar. Foi assim também na pesquisa para o livro, ao longo da qual as crianças sempre demonstraram interesse em colaborar e compartilhar seu conhecimento a respeito dos jogos de mãos, fosse sobre jogos tradicionais ou jogos novos, recém-criados por elas.

O livro Mão no pé, Mão na Mão..., que foi viabilizado pelo PAIC — Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba da Prefeitura Municipal de Curitiba —, é dividido em três partes. A primeira discute as práticas culturais infantis e suas relações com o brincar, bem como a importância da brincadeira e do jogo para o desenvolvimento e para a socialização da criança, em perspectiva à psicologia e sociologia da infância. A segunda, apresenta diversos jogos de mãos transcritos em notação musical e de movimento, especialmente criados por Fernanda ou adaptados de outros autores. Por fim, a terceira parte apresenta um caminho de análise dos jogos transcritos e registrados ao longo da pesquisa, bem como algumas aplicações práticas dos resultados obtidos nas áreas de educação e cognição musical, principalmente no que se refere à natureza do aprendizado e conhecimento musical da criança.

O lançamento do livro conta com a realização do espetáculo musical-teatral Palmas pra que te quero!, idealizado por Nélio Spréa com base na pesquisa de Fernanda Souza sobre os jogos de mãos. A peça, aberta ao público, conta as peripécias dos personagens Minguinho (Lauro Monteiro), Fura Bolo (Milene Dias) e Mata Piolho (Rafael Barreiros), que cantam e brincam diversas aventuras em meio a um mundo encantado, repleto de palavras e movimentos que somente as crianças são capazes de inventar.

Sobre a autora

Fernanda Souza é musicista, pesquisadora e tem desenvolvido uma sólida carreira como arte educadora. Dedica-se a pesquisas teórico-aplicadas nas áreas de cognição e educação musical, principalmente envolvendo as temáticas da aprendizagem musical infantil, dos jogos de mãos e dos jogos musicais em geral, das culturas da infância e da formação de professores. É doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e mestre em música na linha de pesquisa de cognição e educação musical, pela mesma instituição. É licenciada em música e tem especialização em Educação Musical pela Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR/FAP).

SERVIÇO Lançamento do livro no livro Mão no pé, Mão na Mão, Mão na Testa, Mão no Chão..., de Fernanda Souza Data: 26/02/2019 Horário: 19h Local: SESC Paço da Liberdade (Praça Generoso Marques, 189 - Centro - Curitiba) Entrada franca Teaser do Lançamento: https://www.dropbox.com/sh/8m1n6pdotd9pcan/AADD1y2GZrotZJRZNQvHgqypa?dl=0



Informações para a imprensa: Juliana Maria Fontoura – juju.fontour@gmail.com – (41) 9.9900-8663

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu