Destaques

ads slot

Páscoa harmonizada




A tarefa de combinar vinhos, azeites e comidas é uma deliciosa aventura. Listamos algumas opções par você programar o cardápio da Páscoa.

Azeite Grezzo Naturale Paganini


Além de todo o significado religioso de renascimento, a Páscoa é um momento de união e celebração em família e, geralmente, as pessoas se encontram ao redor da mesa. Na Sexta-Feira Santa ou no Domingo de Páscoa certamente o cardápio será especial, com bacalhau ou outra preferência culinária. Para acompanhar, vinho e azeite de oliva extravirgem são unanimidade. Pensando nisso, preparamos sugestões com estas iguarias para você harmonizar os seus pratos favoritos. Todos os produtos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

Para a tradicional bacalhoada, com azeite e batatas, a sugestão de harmonização é o vinho branco Régia Colheita. Elaborado no Alentejo, em Portugal, pelo produtor Carmim, possui excelente acidez que acompanha bem pratos com abundância de azeite de oliva extravirgem.

Se você prefere a combinação com tintos, uma opção interessante é o Don Román, da região de Rioja, na Espanha, elaborado pelo produtor Marqués de Tomares. A estrutura e a complexidade, aliadas ao frescor em boca, darão um ótimo resultado também com pratos à base de lombo de bacalhau.

Outra sugestão é o português Marquês de Borba, tinto assinado pelo enólogo João Portugal Ramos, que apresenta aromas frutados, taninos suaves e ótimo equilíbrio em boca. Combinação de algumas das melhores uvas nativas de Portugal, acompanha receitas como lasanha de bacalhau.

Se a opção para o almoço de domingo for churrasco, experimente com o tinto alentejano Régia Colheita, do produtor Carmim. Saboroso, estruturado e com prolongado final, acompanha os cortes mais gordurosos e malpassados. Já para os que preferem carnes vermelhas com menos gordura e bem-passada, a recomendação é vinho tinto seco e de taninos sedosos Quinta do Cachão, da Caves Messias, elaborado no Douro, Portugal.

Para as sobremesas, pensamos em um espumante e um vinho fortificado. O espanhol Cava Don Román Semi Sec é frutado, equilibrado e com ótima persistência. Elaborado pelo mesmo método que os champanhes (segunda fermentação na garrafa), apresenta certa doçura que acompanha sobremesas leves, como morangos com suspiros. Para os mais tradicionalistas, indicamos o Porto Messias Ruby, da Caves Messias, fortificado que harmoniza com chocolates, dos trufados aos mais amargos.

Dicas de azeite de oliva extravirgem
Como bacalhau é um verdadeiro clássico da culinária na época da Páscoa, selecionamos algumas dicas de azeite de oliva extravirgem de qualidade para incrementar as receitas.

Se a escolha for um prato mais leve, como um Bacalhau à Gomes de Sá ou Bacalhau com Salada, a sugestão é o Azeite de Oliva Extravirgem Monsaraz, delicado e de qualidade superior. Apresenta aroma suave e fresco de amêndoas, característica própria da variedade Galega em ótimo estado de maturação. Excelente também para saladas e outros peixes grelhados. Fruto da primeira prensagem, possui acidez máxima é de 0,5%.

Para pratos mais encorpados, como Bacalhau Assado, na Brasa ou Brandade de Bacalhau, sugerimos o Azeite Grezzo Naturale Paganini, que apresenta sabor mais acentuado e agradável picância. Também é fruto da primeira prensagem das melhores azeitonas e possui tonalidade verde oliva intensa com aspecto turvo (em função de não ser filtrado). A acidez é menor que 0,5%.

Em Curitiba, preço sugerido:
Régia Colheita DOC branco: R$69,90
Don Román: R$70,90
Marquês de Borba tinto: R$76,90
Régia Colheita DOC tinto: R$69,90
Quinta do Cachão: R$50,90
Cava Don Román Semi Sec: R$ 58,90
Porto Messias Ruby: R$69,90
Azeite de Oliva Extravirgem Monsaraz: R$ 38,90
Azeite de Oliva Extravirgem Grezzo Naturale Paganini: R$38,80

Em Curitiba, os produtos podem ser encontrados nos seguintes locais: Adega Passione, Bon Vivant e Casa Fiesta.

Importadora Porto a Porto
@portoaporto
@paganinigastronomia

Instagram @curitibaemdestaque


Curitiba em Destaque

Colunistas

Menu