Destaques

ads slot

Novo tratamento para queimados regenera a pele em tempo recorde


 
Método utiliza a celulose para diminuir a dor ao mesmo tempo em que acelera a cicatrização



As comemorações de Natal e Ano Novo contribuem para o aumento de uma triste estatística: as queimaduras de pele. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de um milhão de pessoas sofrem queimaduras no Brasil a cada ano, a maioria crianças de 0 a 10 anos, e de acordo com um mapeamento de um dos maiores hospitais do Paraná, o Universitário Evangélico, durante o final do ano o índice de pacientes queimados aumenta em 40%.

Um tratamento revolucionário e 100% orgânico está transformando a vida de muitos pacientes, com inúmeros casos bem sucedidos de superação das queimaduras por meio do uso de uma membrana de celulose. Batizado de Membracel, o tratamento consiste na aplicação da membrana sobre a pele que regenera a lesão com extrema agilidade e em um curto período de tempo.

O produto foi desenvolvido pelo engenheiro João Carlos Moreschi, que acompanhou o sofrimento da mãe com úlceras na pele e a ineficácia dos tratamentos convencionais.  João Carlos, que possui conhecimentos científicos e tecnológicos nas áreas de microbiologia e de celulose, decidiu usar sua experiência para desenvolver a Membracel, que culminou por curar a enfermidade da mãe e hoje auxilia também o tratamento de queimados. O inventor criou, então, a empresa Vuelo Pharma, que é responsável pela fabricação e comercialização da Membracel.

“A Membracel é uma membrana de celulose cristalina capaz de substituir temporariamente a pele. É um curativo biocompatível, isento de adesivos, atóxico, com textura extremamente fina e com alta resistência no estado úmido. Uma grande vantagem é que o produto não precisa ser trocado diariamente, na maioria dos casos uma única membrana é suficiente para a cicatrização total da pele, e o produto também reduz a dor do paciente por isolar as terminações nervosas” conta Thiago Moreschi, filho do engenheiro e que atualmente dirige a empresa Vuelo Pharma.

Para especialistas que atuam com queimados, a membrana de celulose é um tratamento extremamente eficaz pela rapidez. “As queimaduras são extremamente beneficiadas pela Membracel, pois ela atua acelerando o processo de cicatrização. Quanto antes a Membracel for aplicada, mais rápida será a regeneração tecidual”, explica Antônio Rangel, enfermeiro estomaterapeuta.

Confira algumas dicas para primeiros socorros em casos de queimaduras:

·        Queimaduras de primeiro grau:
São queimaduras que atingem a camada superficial da pele, geralmente acontecem em acidentes caseiros ou até mesmo pelo sol. Deixam o local vermelho e com ardência. Nestes casos, o ideal é resfriar a pele com água fria (nunca gelada!), ingerir bastante água e manter a pele hidratada.

·        Queimaduras de segundo grau:
São queimaduras em uma camada mais profunda da pele, que podem causar bolhas e muita dor. A dica de resfriar a pele com água ou soro fisiológico também é útil para estas queimaduras. Em caso de bolhas, não as estoure! Apenas um profissional de saúde está habilitado para isso. Nessas situações, é importante procurar o auxílio de um especialista.

·        Queimaduras de terceiro grau:
É o tipo mais grave de queimadura, atingindo uma camada profunda da pele e muitas vezes até o tecido ósseo. Aqui o resfriamento com água ou soro fisiológico também é necessário, mas a principal recomendação é levar o queimado o mais rápido possível ao pronto atendimento.


Instagram @curitibaemdestaque

Novidades

Visualizações do portal no mês passado


Curitiba em Destaque


Menu