Destaques

ads slot

Faculdade Inspirar lança pós-graduação em Crimes Federais


Corpo docente conta com juízes, procuradores e advogados que atuam na Lava Jato e em grandes operações da polícia

Segundo balanço do Governo Federal, de maio a setembro de 2018, a Polícia Rodoviária Federal realizou 153 operações, de diversas temáticas, a exemplo de combate ao roubo de cargas, tráfico de drogas, contrabando e descaminho, roubo e furto de veículos, exploração sexual infanto-juvenil, tráfico de armas/munições e assalto a ônibus. Entre maio e setembro as Operações de Inteligência da PRF contribuíram para 775 prisões, apreensão de 82.751 quilos de maconha, 1.770 quilos de cocaína, 177 quilos de crack, 151 armas e a recuperação de 299 veículos.
Em termos de bloqueio de ativos no exterior, de 2018 até agora a cifra já ultrapassa US$ 125 milhões, relativos a processos criminais brasileiros praticados no país. Como resultado de procedimentos de cooperação jurídica internacional para fins de recuperação de ativos, cerca de US$ 20 milhões também estão com repatriação em andamento, oriundos da prática de crimes financeiros, corrupção e lavagem de dinheiro no Brasil.
Aliás, nunca se falou tanto em corrupção e crimes de “colarinho branco” como agora. E nunca a população esteve tão atenta e tão exigente de respostas do poder público - talvez pela própria facilidade da internet e mídias sociais, de “dar voz” à população, o fato é que muitos brasileiros estão atentos aos crimes, processos, julgamentos e condenações.
Assim, as inovações tecnológicas e a extensão dos crimes organizados têm imposto um olhar diferenciado sobre o Direito Penal no Brasil, exigindo das autoridades públicas a adoção de medidas processuais e materiais igualmente novas à repressão eficiente dessa criminalidade, incluindo a importação de teorias estrangeiras. Nesse contexto, a Faculdade Inspirar lança uma pós-graduação inédita no país, a de Crimes Federais e Cooperação Jurídica Internacional: Aspectos Penais e Processuais.
O curso oferece ferramentas à inevitável qualificação dos operadores do direito penal com o objetivo de prepará-los para enfrentarem esse nicho mercadológico à luz da escassez de profissionais devidamente capacitados.
Os crimes federais, como os já citados acima, exigem conhecimentos muito específicos, e poucos profissionais atuam nessa área. Este curso tem proposta única no mercado de preparar os profissionais para ingressarem nesse nicho, de crimes de difícil atuação. Para tanto, traz um corpo docente extremamente qualificado, com quatro profissionais que compõem a força tarefa da Lava Jato, juízes que trabalham diretamente com os crimes de lavagem de dinheiro, além de profissionais que atuam ou já atuaram em grandes operações de notoriedade nacional.
“Dessa forma conseguimos aliar a teoria à prática, trazendo para o curso professores que atuam diretamente nos maiores crimes federais do país. É um curso com proposta única, e corpo docente único”, enfatiza o coordenador da pós-graduação em Brasília, o professor Dr.Luciano Tertuliano da Silva, juiz federal e integrante da ENCCLA - Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro.
Entre as disciplinas da grade curricular estão: Crimes Contra o Sistema Financeiro Nacional; Crimes contra o Mercado de Capitais; Lavagem de Dinheiro – Aspectos Penais e Processuais; Tráfico Ilícito Internacional de Substâncias Entorpecentes; Cooperação Jurídica Internacional; Introdução aos Mecanismos Processuais de Combate ao Crime Organizado; Denúncia e  Prisão Preventiva; Estelionato, Inserção de Declaração Falsa na Carteira de Trabalho e Crime de Moeda Falsa; entre outras.
Além do tráfico internacional de drogas, corrupção e lavagem de dinheiro que afetam a União, é da competência da Justiça Federal julgar crimes como falsificação de moeda, disputas envolvendo direitos indígenas e graves violações de direitos humanos, entre outros.
A pós-graduação inédita é ofertada pela Faculdade Inspirar de Brasília. O Grupo Inspirar está presente em 18 estados com 25 unidades e, pelo segundo ano consecutivo, tirou nota máxima no Índice Geral de Cursos do Ministério da Educação (IGC 5) estando entre as 16 melhores faculdades do país, num universo de mais de 2 mil instituições avaliadas.

Os presidentes do Grupo Inspirar Marcelo Marcio Xavier e Esperidião Elias Aquim ladeados pelo vice-presidente de franchising Ricardo Carneiro, e pelo vice-presidente de operações Ricardo Alves, comemorando a conquista da nota máxima do MEC.

Serviço:
Faculdade Inspirar
Pós-graduação
Crimes Federais e Cooperação Jurídica Internacional: Aspectos Penais e Processuais.
Unidade Brasília 
Início das aulas: 15 de março

Instagram @curitibaemdestaque

Novidades

Visualizações do portal no mês passado


Curitiba em Destaque


Menu