Destaques

ads slot

Mel Gibson e Sean Penn são destaques de O Gênio e o Louco. FILMES, por Rudney Flores

Atores oscarizados estrelam produção de época que fala da criação do Dicionário de Oxford.
Crédito: Divulgação/Patrick Redmond


A semana marca o lançamento de 13 novos títulos nas salas de cinema de Curitiba. A produção com o elenco mais prestigiado é O Gênio e o Louco, que traz uma história de época estrelada pelos oscarizados Sean Penn (vencedor da estatueta dourada de melhor ator por Sobre Meninos e Lobos e Milk – A Voz da Igualdade) e Mel Gibson (Oscar de melhor diretor por Coração Valente).

Baseada em fatos reais, o filme apresenta um tema que poderia ser considerado pouco envolvente: as intrigas que envolveram a criação do Dicionário de Inglês de Oxford. O que torna interessante a trama são os principais personagens envolvidos no trabalho descomunal de dar total significado a uma língua, os citados gênios e loucos do título, interpretados por Gibson e Penn.

O primeiro é James Murray, um escocês centrado e autodidata, conhecedor de várias línguas, colocado no comando da edição no final do século 19, após anos de trabalho infrutífero realizado por aquelas que se consideravam as maiores mentes da Inglaterra. Ele precisa enfrentar a inveja e a incredulidade daqueles que o consideram inferior para a tarefa, sempre prontos a puxar seu tapete e impedir que siga em frente.

Mas a grande contribuição ao livro chega de forma inusitada. O médico militar norte-americano William Chester Minor (Penn) tem sérias sequelas mentais de sua participação na guerra civil dos Estados Unidos (1861-1865). Morando em Londres, em 1873, ele mata, em total delírio, um homem simples, pai de família, por achar que este o perseguia. Condenado e internado em uma prisão hospício, Minor atende ao chamado de contribuição ao livro enviado por Murray a todo a Grã-Bretanha. O militar pesquisa e oferece ao título mais de dez mil verbetes, sendo primordial para a publicação inicial do dicionário de Oxford.

O diretor estreante Farhad Safinia comanda com segurança a produção que se equilibra nas intrigas enfrentadas por Murray e na sua relação de amizade com Minor. “Gênios e loucos” na vida real como seus personagens, Gibson e Penn tem ótimas interpretações que sustentam o filme, assim como o restante do elenco, com destaque para Natalie Dormer (da série Game of Thrones), como a viúva do homem assassinado pelo americano, e Eddie Marsan (da série Ray Donovan), policial da prisão de Minor. Também tem papéis importantes Steve Coogan (Philomena) e Jennifer Ehle (A Hora Mais Escura). O filme tem sessões no UCI Estação e no Cinépolis Pátio Batel. Cotação: Bom.

Trailer de O Gênio e o Louco:


Selecionados

A semana marca a estreia de diversos títulos selecionados em grandes eventos internacionais de cinema. Amor Até às Cinzas, que esteve no Festival de Cannes 2018, é o novo filme do diretor chinês Jia Zhangke, premiado pelo melhor roteiro na mesma mostra em 2013, por Um Toque de Pecado.

O drama é centrado na dançarina Qiao (Zhao Tao, parceira constante dos filmes do cineasta), que assume um crime para proteger o namorado mafioso. Ela passa cinco anos presa e, ao ser libertada, vai atrás do ex-companheiro. Mas a retomada do romance não será como ela imaginava. A produção chega apenas ao Espaço Itaú.

Trailer de Amor Até às Cinzas:


Vencedor do grande prêmio do júri do Festival de Sundance 2018, O Mau Exemplo de Cameron Post, da diretora Desiree Akhavan, trata de sexualidade. A adolescente Cameron (Chloë Grace Moretz, de Kick-Ass) é obrigada a passar um tempo em um retiro de jovens depois de ser flagrada pela família beijando outra menina.

O local é comandado pela dra. Lydia Marsh (Jennifer Ehle, também em cartaz em O Gênio e o Louco), que tenta aplicar nos rapazes e moças uma espécie de terapia de conversão de homossexualidade. Cameron questiona os métodos do local, mas percebe que pode ter encontrado sua turma com as amizades que acaba formando no retiro. O filme tem lançamento apenas no Cinépolis Pátio Batel.

Trailer de O Mau Exemplo de Cameron Post:


Coprodução da Argentina e Espanha, O Anjo esteve presente na mostra paralela Um Certo Olhar do Festival de Cannes 2018. O filme do diretor Luis Ortega apresenta a história, inspirada em fatos reais, de Carlos Robledo Puch (o estreante Lorenzo Ferro), um jovem que descobre cedo sua vocação para o crime, no início dos anos 1970.

Influenciado por Ramón (Chino Dárin, de Uma Noite de 12 Anos), por quem tem grande afeição, em pouco tempo, ele irá cometer assaltos, sequestros e assassinatos. Por seus cabelos cacheados, ele ganhou o apelido de Anjo da Morte. Condenado por seus crimes, Carlos está preso há 45 anos. O filme, que tem participação especial de Cecilia Roht (Tudo Sobre Minha Mãe), está sendo lançado no Cine Passeio e no Espaço Itaú.

Trailer de O Anjo:


Vidas Duplas, novo filme do respeitado diretor francês Olivier Assayas (Depois de Maio), esteve na seleção principal do Festival de Veneza 2018. A comédia romântica destaca atores conhecidos do cinema da França, como Juliette Binoche (A Liberdade É Azul), Guillaume Canet (Um Banho de Vida) e Vincent Macaigne (Assim É a Vida), que vivem personagens em crise em seus respectivos casamentos.

O roteiro também fala do mercado editorial atual, marcado pela revolução digital que está levando os consumidores a acompanhar a literatura em tabletes e leitores especiais. A produção estreia apenas no Cineplex Batel.

Trailer de Vidas Duplas:


Retratada em diversas produções, a Segunda Guerra Mundial é pano de fundo para a trama de Em Trânsito, filme do diretor alemão Christian Petzold, apresentado na mostra principal do Festival de Berlim 2018. O personagem principal é Georg (Franz Rogowski), que rouba um manuscrito de escritor morto, assumindo sua identidade.

Ele está na França, de onde tenta fugir da invasão nazista, mas acaba se envolvendo com Marie (Paula Beer), que é justamente a esposa do autor que ele finge ser. O filme está em cartaz somente no Cineplex Batel.

Trailer de Em Trânsito:


A coprodução luso-brasileira Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos recebeu o prêmio especial do júri da mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes 2018. O documentário dos diretores João Salaviza e Renée Nader Messora coloca em foco os índios da etnia Krahô, que vivem na aldeia Pedra Branca, localizada no estado do Tocantins.

A figura central é Ihjãc, filho do pajé da tribo e que não aceita seguir os passos do pai quando este morre, negando sua cultura. O rapaz decide se mudar para uma cidade, mas tem problemas para se adaptar. O filme é destaque na programação do Cine Passeio.

Trailer de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos:


Nacionais

Dois documentário são os representantes do cinema nacional na programação de Curitiba esta semana. Marcia Haydée – Uma Vida pela Dança, da diretora Daniela Kallman (Faixa de Areia), apresenta a trajetória de um dos maiores nomes da dança mundial. A brasileira Marcia Haydée se envolveu desde cedo com a arte e desenvolveu uma grande carreira internacional, tornando-se uma das bailarinas mais requisitadas na Europa.

A produção traz depoimentos da própria artista, que se aposentou e voltou aos palcos aos 62 anos, além de diretores, coreógrafos e bailarinos estrangeiros e brasileiros. A produção está sendo lançado Espaço Itaú e no Cineplex Batel.

Trailer de Marcia Haydée – Uma Vida pela Dança:


O Projeta às 7 da Rede Cinemark destaca nas duas próximas semanas o novo documentário da diretora paulista Lina Chamie (São Silvestre), Santos de Todos os Gols. A produção destaca o momento maior do futebol através dos sentimentos dos maiores artilheiros do time que mais marcou gols na história do esporte – o Santos de Pelé, Coutinho, Robinho, Neymar e tantos outros grandes craques. As sessões acontecem sempre às 19 horas, de segunda a sexta-feira, no Cinemark Muller.

Trailer de Santos de Todos os Gols:


Outras estreias

Enquanto John Wick 3 – Parabellum, um dos filmes de ação mais esperados do ano não estreia (previsto para 16 de maio), Keanu Reeves pode ser visto nas telas na produção de ficção científica Cópias – De Volta à Vida, que estreia esta semana no Brasil.

O ator vive o neurocientista Will Foster. Como uma espécie de dr. Frankenstein, ele busca reviver a mulher Mona (Alice Eve, de Além da Escuridão – Star Trek) e os filhos que morreram em um acidente de carro.

Trailer de Cópias – De Volta à Vida:


James Wan, que se destacou no ano passado no comando do sucesso Aquaman, também é o diretor ou produtor responsável por recentes grandes bilheterias do gênero terror, como as franquias Jogos MortaisAnnabelle e Invocação do Mal. Esta última já gerou alguns derivados como A Freira e, agora, A Maldição da Chorona, que chega ao Brasil nesta semana.

O filme, ambientado nos anos 1970, fala de uma entidade maligna, a Chorona (Marisol Ramirez), uma mãe matou seus filhos e procura substituí-los por novas crianças que sequestra. O elenco também destaca a atriz Linda Cardellini (Green Book – O Guia, vencedor do Oscar de melhor filme este ano).

Trailer de A Maldição da Chorona:


As mulheres japonesas que ganham a vida mergulhando no mar são tema do documentário Ama-San, Claudia Varejão. A diretora portuguesa viajou até o Japão para levantar a história milenar do trabalho realizado no fundo do mar. As mergulhadoras se arriscam dia a dia sua vida para resgatar pérolas, ostras e algas. O filme entra em cartaz no Cine Guarani.

Trailer de Ama-San:


Na semana da Páscoa, a trajetória de Jesus, do nascimento à ressurreição, é lembrada novamente na produção espanhola Jesus de Nazaré – O Filho de Deus, do diretor Rafa Lara. O filme está na programação do Cinesystem Curitiba.

Trailer de Jesus de Nazaré – O Filho de Deus:

_


Instagram @curitibaemdestaque

Novidades


Curitiba em Destaque


Menu