Destaques

ads slot

Franquia Velozes & Furiosos se expande com Hobbs & Shaw. FILMES, por Rudney Flores

Apesar das diferenças, Hobbs (Dwayne Johnson) e Shaw (Jason Statham) precisam se unir para enfrentar um poderoso vilão.
Crédito da foto: Divulgação/Universal


A longeva franquia de ação Velozes & Furiosos começa a se expandir com o lançamento de Velozes & Furiosos – Hobbs & Shaw, principal lançamento nos cinemas do Brasil esta semana. A produção dirigida por David Leitch (Deadpool 2 e Atômica) coloca em evidência dois personagens coadjuvantes da série principal: o grandalhão Hobbs (Dwayne Johnson, de Jumanji – Bem Vindo à Selva) e o estourado Shaw (Jason Statham, das franquias de ação Carga ExplosivaAdrenalina e Os Mercenários).

O principal conselho ao espectador ao acompanhar o filme é desligar o cérebro, pois o roteiro batido de filmes de ação não apresenta nada de plausível. Na história, uma corporação internacional do mal quer dominar o mundo e para isso pretende eliminar boa parte da população com um vírus mortal. Hattie (a bela Vanessa Kirby, de Missão: Impossível – Efeito Fallout), uma agente do MI-6, o serviço secreto britânico, consegue tomar posse do vírus e passa a ser perseguida por todas as agências do mundo, incluindo também os vilões, que têm como principal executor Brixton (Idris Elba, dos filmes do herói Thor, da Marvel), modificado geneticamente e com muitos poderes.

Hobbs e Shaw são convocados para achar Hattie. Eles não se bicam, mas precisam trabalhar juntos para o bem comum da humanidade. Eles se unem à agente para enfrentar Brixton e salvar o dia, passando, claro, por inúmeras sequências de ação cheia de testosterona, sempre barulhentas, aliadas a várias gags de humor para ressaltar a rivalidade dos protagonistas, que acabam em um bromance. O filme ainda tem várias cenas pós-créditos, todas piadinhas que indicam uma sequência da franquia em breve. Diversão completamente esquecível após a saída do cinema. Cotação: Regular.

Trailer de Velozes & Furiosos – Hobbs & Shaw:



Nacionais

Após um período em que ficou marcada pela boa produção de documentários, na primeira década deste século, Minas Gerais começa a se destacar também no cinema de ficção, com uma nova leva de realizadores.

Recentemente, Arábia, de João Dumans e Affonso Uchoa, e Temporada, de André Novais Oliveira, filmados no estado, receberam ótima recepção da crítica. A eles se alia No Coração do Mundo, de Gabriel e Maurilio Martins, que está sendo lançado esta semana nos cinemas brasileiros. Na história, após realizar pequenos crimes, um grupo se reúne para realizar um grande assalto. A produção estreia apenas no Cine Passeio.

Trailer de No Coração do Mundo:



Diretor cultuado pelo média-metragem SuperOutro (1995), o baiano Edgar Navarro está lançando seu mais novo trabalho, Abaixo a Gravidade, que destaca elementos de realismo mágico. O protagonista é Bené (Everaldo Pontes, de Amarelo Manga), homem que sai do interior da Bahia para a capital Salvador, após descobrir que tem uma doença terminal. Em meio ao caos da cidade grande, ele descobre um grande amor que poderá ser sua cura. O filme tem sessões no Cine Passeio e no Espaço Itaú.

Trailer de Abaixo a Gravidade:



Em maio do ano passado, uma greve de caminhoneiros praticamente paralisou o Brasil, gerando uma grave crise política e causando diversos prejuízos na economia do país, com abalos no abastecimento das cidades. Os diretores Victória Álvares e Quentin Delaroche acompanharam as quase duas semanas do movimento e destacam imagens dos bloqueios de estradas e entrevistas dos caminhoneiros no documentário Bloqueio. A produção tem lançamento na próxima terça-feira (dia 6), no Cine Guarani.

Trailer de Bloqueio:


Outras estreias

A respeitada Diane Keaton (Oscar de melhor atriz por Noivo Neurótico, Noiva Nervosa) estrela a comédia As Rainhas da Torcida, primeiro longa-metragem de ficção da documentarista Zara Hayes. Keaton vive Martha, que tem um câncer terminal e decide se mudar para uma comunidade de idosos, onde pretende morrer.

No local, ela conhece um grupo de mulheres muito ativas, comandado por Sheryl (Jacki Weaver, de O Lado Bom da Vida). Juntas, elas acabam montando um grupo de líderes de torcida da melhor idade para participar de uma competição com outros times mais jovens. O filme estreia no Cinesystem Curitiba, Cineplex Batel e Cinépolis Pátio Batel.

Trailer de As Rainhas da Torcida:



Estreia do diretor chinês Bi Gan, Longa Jornada Noite Adentro apresenta uma história de romance e mistério. Um rapaz retorna à cidade natal depois de muitos em anos e terá muitas dificuldades para encontrar a mulher por quem era apaixonado e da qual nunca esqueceu. Selecionada para a mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes de 2018, a produção tem lançamento apenas na Cinemateca de Curitiba.

Trailer de Longa Jornada Noite Adentro:



A programação da semana destaca ainda a estreia de três filmes franceses. Em A Última Loucura de Claire Darling, da diretora Julie Bertuccelli (Desde Que Otar Partiu), a eterna diva Catherine Deneuve (A Bela da Tarde) atua ao lado da filha Chiara Mastroianni (Frango com Ameixas).

Deneuve é a personagem do título, que um dia decide vender tudo o que tem em um bazar em frente de casa, incluindo preciosidades históricas. Seu aparente ato de loucura chama a atenção da filha Marie (Mastroianni), que há anos não vê a mãe e acaba retornando para casa. A produção tem sessões no Cineplex Batel e no Espaço Itaú.

Trailer de A Última Loucura de Claire Darling:



Estrela do cinema francês atual, Omar Sy (Intocáveis) protagoniza Jornada da Vida, do diretor Philippe Godeau. Sy interpreta o ator Seydou Tall, que vai visitar o Senegal, país de seus ancestrais, para lançar um livro. Lá, ele encontra o garoto Yao (Lionel Louis Basse ), um grande fã de seu trabalho e que veio de um pequeno vilarejo muito distante apenas para conhecê-lo.

Tall se emociona com a história do menino e decide levá-lo até sua casa. Na jornada, o ator terá contato com suas próprias raízes. O filme tem lançamento no Cinépolis Pátio Batel e no Espaço Itaú.

Trailer de Jornada da Vida:



Dois dos maiores artistas franceses, o pintor Paul Cézanne e o escritor Émile Zola são tema da cinebiografia Cézane e Eu, mais recente trabalho da diretora Danièle Thompson (A Rainha Margot). Apesar das diferenças sociais, o rico Cézanne (Guillaume Gallienne, de Eu, Mamãe e os Meninos) e o pobre Zola (Guillaume Canet, de Um Banho de Vida) formam uma sólida amizade que atravessa os anos. Mas os dois também mantêm uma rivalidade intelectual que os instiga em suas obras. A produção estreia apenas no Espaço Itaú.

Trailer de Cézanne e Eu:



O jovem ator francês Félix Moati estreia na direção de longas-metragens destacando um drama familiar em Os Dois Filhos de Joseph. O personagem central é Ivan (Mathieu Capella), garoto de 13 anos que, junto ao irmão mais velho Joachim (Vincent Lacost, de Conquistar, Amar e Viver Intensamente), precisa lidar com a depressão do pai Joseph (Benoît Poelvoorde, de Românticos Anônimos). O velho escreve um livro e os filhos procuram ajudá-lo a publicar a obra. O filme tem sessões no Espaço Itaú.

Trailer de Os Dois Filhos de Joseph:


___

Instagram @curitibaemdestaque

Novidades


Curitiba em Destaque


Menu