Maggie Q comanda a ação em A Profissional – FILMES, por Rudney Flores

 em Colunistas, Cultura, Rudney Flores

Em mais uma semana sem estreias de peso nos cinemas brasileiros, um dos poucos destaques da programação fica com o filme de ação A Profissional, que chama a atenção pelos nomes envolvidos tanto na direção como na atuação. A produção é dirigida por Martin Campbell, responsável por filmes importantes como 007 Contra GoldenEye e Casino Royale, respectivamente o primeiro de Pierce Brosnan e o primeiro de Daniel Craig como o icônico agente secreto do cinema, mas também o indefensável e péssimo Lanterna Verde. O cineasta comanda um elenco que destaca Maggie Q (conhecida pela série de ação Nikita), Michael Keaton (Birdman) e o onipresente Samuel L. Jackson.

Jackson é o matador profissional Moody, que salva a menina Anna depois de uma ação no Vietnã, no início dos anos 1990. Trinta anos depois, uma Anna adulta (Maggie) e mortal trabalha ao seu lado nas missões de assassinatos. A dupla vive tranquilamente até Moody sofrer um atentado. Anna parte então em uma missão de vingança para descobrir quem atacou seu mentor. Na jornada, ela conhece o misterioso e muito perigoso Rembrandt (Keaton), com quem terá alguns embates e uma forte atração sexual.

A Profissional (menção do distribuidor ao ótimo filme de ação O Profissional, de Luc Besson; o original se chama A Protegida) tem boas cenas de luta e mortes bem violentas – para chamar a atenção, o trailer até destaca que o estúdio do filme é o mesmo da franquia John Wick, com Keanu Reeves, que tem as melhores produções lançadas no gênero nos últimos anos.

Se não chega a ser um John Wick, o filme tem bons momentos e deve agradar os apreciadores da ação desenfreada e pouco verossímil. Maggie Q traz a experiência de Nikita e convence como a matadora Anna, assim como Keaton novamente se sobressai em um personagem vilão (como o Abutre de Homem-Aranha – De Volta ao Lar). Já Jackson faz seu tradicional coadjuvante divertido. Cotação: Bom.

Trailer de A Profissional:

 

Nacionais

Um dos maiores artistas brasileiros da história, o músico Pixinguinha ganha uma cinebiografia comandada por Denise Saraceni, importante diretora de televisão que estreia no cinema com a codireção de Allan Fiterman (Berenice Procura). Pixinguinha – Um Homem Carinhoso apresenta a trajetória de Alfredo da Rocha Vianna Junior, da infância até a morte, no carnaval de 1973.

Em destaque, a criação da obra-prima “Carinhoso”, o período no conjunto Oito Batutas, o trabalho para gravadora americana Victor, a fase de baixa nos anos 1940 e a volta por cima na década de 1960, com a aproximação dos artistas da bossa nova e jazz. Na fase adulta, Pixinguinha é interpretado por Seu Jorge (Marighella), e sua esposa Beti por Taís Araújo (O Roubo da Taça).

Trailer de Pixinguinha – Um Homem Carinhoso:

 

O Cine Passeio destaca neste fim de semana, no sábado (13) e no domingo (14), sempre às 11 horas, Bob Cuspe – Nós Não Gostamos de Gente, filme de animação com vários personagens criados pelo cartunista Angeli. O diretor Cesar Cabral trabalha na técnica stop motion, com Bob Cuspe, Rê Bordosa, Wood & Stock e o próprio Angeli sendo representados em bonecos de massinha.

Cabral, que estreia em longas-metragens com o desenho, também é responsável pelo curta Dossiê Rê Bordosa e pela série Angeli The Killer, do Canal Brasil, ambas também realizadas em stop motion.

Trailer de Bob Cuspe – Nós Não Gostamos de Gente:

 

Outras estreias

Gênero marcante no início do cinema, o musical retorna às telas em determinados momentos, como no início dos anos 2000, com Moulin Rouge e Chicago, e La La Land nos anos 2010. Em 2021, a música está presente em Querido Evan Hansen, adaptação da peça homônima vencedora do Tony, principal premiação teatral norte-americana, e também do Grammy.

O filme dirigido por Stephen Chbosky (dos sensíveis As Vantagens de Ser Invisível e Extraordinário) apresenta a história de Evan Hansen (Ben Platt, da franquia musical A Escolha Perfeita), um adolescente com problemas de adaptação na escola e que faz terapia. Como tratamento, escreve cartas para si mesmo, mas um desses textos é pego por um jovem suicida do colégio, levando a uma série de equívocos que acabam ajudando Evan a se soltar e se aproximar das pessoas. O elenco conta também com Julianne Moore (Oscar de melhor atriz por Para Sempre Alice) e Amy Adams (seis vezes indicada ao Oscar).

Trailer de Querido Evan Hannsen:

 

A franquia religiosa Deus Não Está Morto segue em O Próximo Capítulo, filme no qual o reverendo Dave (David A.R. White) resolve defender o direito de famílias fazerem o chamado homeschooling, prática comum nos Estados Unidos, com pais que fazem a educação escolar dos filhos em casa, não os enviando ao ensino tradicional.

Trailer de Deus Não Está Morto – O Próximo Capítulo:

 

Pré-estreia

Nos dias 16 (terça) e 17 (quarta), sempre às 19h30, o Cine Passeio destaca a pré-estreia da comédia romântica Uma Vez em Veneza, do diretor Juan Zapata. A história apresenta o alemão Maximilian (Peter Ketnath, de Cinema, Aspirinas e Urubus) e a brasileira Maria (Bellatrix Serra, de Alaska), que se conhecem em um hotel na Itália e decidem compartilhar um dia em Veneza, uma das cidades mais românticas do mundo. Ao final das sessões, haverá bate-papo com o diretor.

Peter Ketnath e Bellatriz Serra estrelam Uma Vez em Veneza, de Juan Zapata.

Crédito das fotos: Divulgação

 

Rudney Flores é jornalista formado pela PUCPR, assessor de imprensa e crítico de cinema, com resenhas publicadas nos jornais Gazeta do Povo e Jornal do Brasil.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário