Retomada de eventos sociais e festas de fim de ano movimentam setor de serviços

 em Na cidade

Com o avanço da vacinação contra o coronavírus e a flexibilização das regras de combate à pandemia, os eventos sociais começaram a voltar ao normal. Muitas festas, casamentos e outras comemorações tiveram que ser adiadas, porém, os números vem aumentando, confirmando essa retomada. A proximidade das festas de fim de ano também aumenta essa boa expectativa.

De acordo com a empresária, Birgit Keller Marsili, proprietária da Lavoutique Lavanderia & Costura, em Curitiba, é possível medir esse avanço por meio dos serviços oferecidos pela lavanderia. A empresária comenta sobre a queda na procura pelos serviços e a subida que vem acontecendo.

“Nós recebíamos mais de 20 vestidos de festa por semana para higienização e manutenção, antes da pandemia. Em 2020, vimos esses números caírem. Para não dizer que foi zero, tratamos de três vestidos de noiva, mas eram vestidos que estavam guardados, não haviam sido usados recentemente. Foi um momento em que ficamos muito preocupados porque não tínhamos ideia de quando o movimento iria voltar ao normal. Somente em outubro deste ano, recebemos quase a mesma demanda que recebíamos antes da pandemia”, explica.

Ainda conforme a empresária, o buraco no faturamento só não foi maior, porque, segundo ela, as pessoas aproveitaram o período de quarentena para tratar outros itens de casa, como cortinas, tapetes e estofados. Com essa retomada, a expectativa também é grande com a chegada das festas de fim de ano, já que em 2020, as confraternizações também foram afetadas.

“Nos três últimos meses do ano sempre tivemos muitas demandas devido as festas. É o momento em que as pessoas se preparam para as ceias, então recebemos toalhas de mesas, guardanapos e outros adereços que compõem a ceia. Mas ano passado, com as restrições, não aconteceu. Por isso, nossa expectativa para esse final de ano é a mais animadora possível”, diz a empresária.

Segundo o presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Camilo Turmina, as expectativas para essa retomada são as melhores, apesar das dificuldades geradas pela pandemia. Os comerciantes estão conseguindo se organizar com relação às novas formas de trabalho e se adaptar aos protocolos sanitários.

“Estamos voltando ao normal, mesmo com o passaporte da vacina para eventos maiores. Só não vemos uma melhor performance devido a inflação maior e juros. No mais tudo ficará bem dentro do possível. Muitos ainda não retornaram por falta de adaptação especialmente na área de serviços. 10% ainda estão desorganizados. Falta formatar o novo normal”, finaliza.

Sobre a Lavoutique
Os empresários Birgit e Driano Marsili entraram no ramo de lavanderias em 2013 com vontade de fazer melhor e diferente. Preocupados com a sustentabilidade e excelência, estudaram, viajaram, formaram parcerias e importaram para Curitiba o que há de melhor no segmento de lavanderias a nível mundial.

Equipamentos suecos e italianos, insumos alemães e a calorosa energia brasileira, são a fórmula especial da Lavoutique. Com ética, responsabilidade e máxima qualidade, oferecem serviços de costura, lavagem a seco, água e wet cleaning para tratar as roupas, artigos de cama, mesa e banho e tudo o que “veste” a casa.

A Lavoutique, mais do que uma lavanderia de excelência, é a primeira do Brasil a assinar o pacto global da ONU, alinhando toda sua operação aos 17 princípios universais de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção. A assinatura representa o comprometimento ético com o desenvolvimento da nossa sociedade e o alcance da agenda global de sustentabilidade.

Crédito da foto: Ale Maya

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário