Shang-Chi apresenta novo herói da Marvel nas telas – FILMES, por Rudney Flores

 em Colunistas, Cultura, Rudney Flores

Depois do atraso provocado pela pandemia, as engrenagens da fase 4 do Universo Compartilhado Marvel começaram a se movimentar apenas este ano com o lançamento do filme-solo da Viúva Negra, além das séries do serviço de streaming Disney Plus – Wandavision, Falcão e o Soldado Invernal e Loki – todos personagens conhecidos do público que acompanha as aventuras dos heróis da Casa das Ideias nas telas e telinhas nos últimos anos.

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, principal lançamento da semana nos cinemas brasileiros, coloca em destaque um personagem não tão conhecido, o primeiro super-herói asiático da Marvel, criado na década de 1970, na esteira do sucesso do astro das artes marciais Bruce Lee nos Estados Unidos – nos quadrinhos lançados no Brasil, Shang-Chi ganhou o nome de O Mestre do Kung-Fu.

O filme do diretor Destin Daniel Cretton (Luta por Justiça) traz uma história de origem e é centrado nos conflitos familiares do herói. Shang-Chi (Simu Liu, da série Kim’s Convenience, da Netflix Canadá, ainda não disponível pelo serviço no Brasil) é filho do milenar guerreiro Wenwu (Tony Leung, de Amor à Flor da Pele) e de Li (Fala Chen, da série The Undoing), oriunda de um mundo mágico.

Wenwu é o detentor dos poderosos Dez Anéis, arma mítica que utiliza para dominar o mundo como o vilão Mandarim – o verdadeiro, não o fake interpretado por Ben Kingsley em Homem de Ferro 3, personagem hilário que por sinal volta e tem papel importante neste Shang-Chi. Ao conhecer Li, em nome do amor, Wenwu abandona seu poder, assim com ela renega seu povo. Mas, quando ela é morta por bandidos, o Mandarim retoma sua fúria e treina o filho desde pequeno para se tornar um guerreiro assassino. Shang-Chi foge do pai aos 14 anos, abandonando a pequena irmã Xialing (Meng’er Zhang, em seu primeiro papel de destaque no cinema americano), que no futuro também abandonará o pai e terá muito rancor do irmão mais velho. Toda essa história é contada através de diversos flashbacks no filme.

No presente, Shang-Chi vive na cidade de São Francisco (EUA) como Shaun, um manobrista de carros de luxo que trabalha ao lado da grande amiga Katy (a comediante Awkwafina, de Podres de Ricos). O passado vem a seu encontro quando seu pai envia guerreiros para roubar o pingente deixado por sua mãe. Ao lado de Katy, ele parte ao encontro da irmã em Macau na China e os dois acabam sendo capturados por Wenwu, que tem uma missão para eles, destruir o mundo mágico original da esposa morta Li, que segundo ele estaria aprisionando a própria. Esse local é comandado por Ying Nan (Michelle Yeoh, de O Tigre e o Dragão), irmã de Li.

A saga familiar é costurada pelos tradicionais elementos dos filmes Marvel – elaboradas cenas de ação, repletas de efeitos especiais, aliadas a muitas doses de humor – a cargo dos personagens de Awkwafina e Ben Kingsley. A produção começa a todo vapor com uma sensacional sequência de luta em um ônibus protagonizada por Shang-Chi e o vilão Razor Fist (Florian Munteanu, o Viktor Drago de Creed 2), assecla de Wenwu. Na sequência, ela alia também visuais e lutas que remetem ao sucesso O Tigre e o Dragão. Não faltam também a apoteótica batalha final e, claro, as importantes cenas pós-créditos.

Mesmo não tão tendo um teor político tão contundente como Pantera Negra, Shang-Chi e a Lendas dos Dez Anéis também apresenta sua marca por destacar um elenco majoritariamente asiático, que vai de encontro ao desejo de Hollywood em valorizar e se abrir ainda mais para esse importante mercado. Divertido, estruturado e bem conduzido, o filme é mais um acerto dos Estúdios Marvel.

A fase 4 segue no final deste ano com o lançamento dos aguardados Eternos (em novembro), que tem o comando da vencedora do Oscar Chloé Zhao (Nomadland), e de Homem-Aranha – Sem Volta Para Casa (em dezembro). Cotação: Ótimo.

Trailer de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis:

 

Outras estreias

A franquia Uma Noite de Crime ganha mais um capítulo em A Fronteira, filme comandado por Everardo Gout, diretor de séries de tevê estreante em longa-metragem. Na história, a tradicional matança anual é interrompida e proibida nos Estados Unidos.

Após esse expurgo, muitas famílias vão morar em uma comunidade no Texas, pensando ter encontrado paz.  Mas um grupo de saqueadores não aceita o fim da noite de crime e acha que ela deve acontecer todos os dias, a qualquer hora, transformando o país no completo caos.

Trailer de Uma Noite de Crime – A Fronteira:

Baseado na série de livros da escritora Anna Todd, a franquia After chega ao terceiro episódio com Depois do Desencontro, da diretora Castille Landon (Medo da Chuva). A produção continua seguindo os passos dos personagens Tessa (Josephine Langford) e Hardin (Hero Fiennes Tiffin), que passam por diversos problemas e não sabem se devem seguir juntos.

Trailer de After – Depois do Desencontro:

A estreia oficial é no dia 9, mas Patrulha Canina – O Filme já tem diversas sessões diárias a partir desta semana. A produção é um episódio ampliado da série de animação de sucesso do Canal Nickelodeon, trazendo os cãezinhos heróis que vivem salvando os moradores de Adventury City.

Trailer de Patrulha Canina – O Filme:

Com King Kong em Asunción, o diretor pernambucano Camilo Cavalcante (A História da Eternidade) vai ao Paraguai e à Bolívia para contar a história de um velho matador de aluguel, vivido por Andrade Junior. Após completar o último serviço, ele parte para Assunção para encontrar a filha que nunca conheceu.

A produção, que tem lançamento no Espaço Itaú, foi a grande vencedora do Festival de Gramado 2020, recebendo os Kikitos de melhor filme, melhor filme júri popular, melhor ator para Andrade Junior e melhor trilha sonora.

Trailer de King Kong em Asunción:

O Matemático, do diretor Thor Klein, é a cinebiografia de Stan Ulam, matemático polonês que participou do Projeto Manhattan, que reuniu um grupo de cientistas para criar a bomba atômica para os Aliados durante a Segunda Guerra Mundial, antes que Hitler e os nazistas alemães conseguissem o feito.

Ulam, que também fez parte da equipe que criou o primeiro computador, enfrenta problemas familiares e diversos dilemas sobre a construção de um artefato que poderia matar milhares de pessoas ao mesmo tempo. O filme estreia no Espaço Itaú.

Trailer de O Matemático:

Bagdá Vive em Mim, do diretor que assina apenas Samir, destaca a história de personagens de origem iraquiana que vivem exilados em uma comunidade em Londres, na Inglaterra. Amal é uma arquiteta que se esconde do ex-marido e vai em busca de um novo relacionamento; Taufiq é um escritor fracassado; e Muhannad, especialista em tecnologia, é gay, o que é não é aprovado por seus conterrâneos. Todos frequentam o café Abu Nawas e tem as vidas entrelaçadas. O filme tem sessão diária no Cine Passeio.

Trailer de Bagdá Vive em Mim:

 

Pré-estreias no Cine Passeio

O Cine Passeio destaca a pré-estreia de dois filmes nesta semana. O primeiro é Minari – Em Busca da Felicidade, Indicado a seis Oscars, incluindo melhor filme, direção, ator para Steven Yeun (da série The Walking Dead) e atriz coadjuvante para Yuh-Jung Youn, que acabou recebendo a cobiçada estatueta dourada. Na produção, o diretor Lee Isaac Chung relembra a história de sua família nos Estados Unidos.

No início dos anos 1980, o casal Jacob (Yeun) e Monica (Yeri Han), imigrantes coreanos, tenta viver o sonho americano de prosperidade para dar melhor vida aos filhos pequenos. O filme ainda tem sessões na Sala Cine Ritz do espaço, nos dias 7 (terça) e 8 (quarta), sempre às 11 horas.

Já a comédia italiana Cidadãos do Mundo, do diretor Gianni Di Gregorio (roteirista do filme Gomorra), destaca a histórias de três homens sem muitas posses, que decidem que teriam uma vida melhor se morassem em qualquer lugar do mundo, diferente de onde vivem. Mas o problema é realmente partir e deixar tudo para trás. O filme também tem sessões nos dias 7 e 8, mas na Sala Cine Luz, sempre às 10h30.

Uma família coreana tenta viver o sonho americano em Minari – Em Busca da Felicidade.

Crédito da foto: Divulgação/Diamond Filmes

Crédito da foto principal: Divulgação/Marvel

 

 

Rudney Flores é jornalista formado pela PUCPR, assessor de imprensa e crítico de cinema, com resenhas publicadas nos jornais Gazeta do Povo e Jornal do Brasil.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário